HomeGravidezAlimentaçãoDieta da Fertilidade: alimentação saudável para engravidar
shutterstock_300448196

Dieta da Fertilidade: alimentação saudável para engravidar

Atenção futuras mamães! Se vocês andam esperando a visita da cegonha, mas ela nunca marca a data. Parte da culpa pode estar no cardápio do casal. Vocês sabiam que a alimentação é um fator decisivo para a fertilidade? A Dieta da Fertilidade, criada em 2009 pelos pesquisadores Jorge Chavarro e Walter C. Willett, da Harvard Medical School, prioriza alimentos ricos em vitaminas e minerais que fortalecem o organismo e aumentam as chances de gravidez.

 

Dieta da Fertilidade: casal preparando alimentação saudavel

Reeducação alimentar prioriza carnes magras, vitaminas e minerais para fortalecer sistema imunológico

 

A proposta é uma reeducação alimentar que substitui doces e café por carnes magras, legumes e frutas. A dieta para engravidar recomenda que abram mão ou reduzam ao mínimo o consumo de café, pois a cafeína dificulta a absorção de ferro e cálcio e pode comprometer a capacidade de ficar grávida. Além disso, o aumento da presença de radicais livres também pode prejudicar a concepção.

Doces e alimentos gordurosos estão na lista negra das futuras mamães, além de refinados como pães, massas e bolachas feitas com farinha de trigo, que deverão ser consumidas com moderação. A presença do fitoesterol nestes alimentos pode interferir no estrógeno, hormônio feminino envolvido na ovulação.

A Dieta da Fertilidade deve ser rica em vitamina A, B, B6, B12, C, D e E, ácido fólico, selênio e zinco, encontrados facilmente nas verduras, carnes magras, peixes, oleoginosas, ovos, cerais, leite e ovos. Essa mudança considerável na alimentação vai mehoras a qualidade das células do espermatozoide e do óvulo, prevenindo radicais livres e fortalecendo o sistema imunológico.

 

Dieta da Fertilidade: prato de salada com azeite

Verduras e legumes devem substituir produtos industrializados

Uma alimentação saudável ajuda no bom funcionamento das funções motoras e cognitivas do corpo humano. Para o casal que planeja engravidar, essa alimentação ganha uma importância ainda maior, visto que existem determinados alimentos que podem ajudar a estimular o sistema reprodutivo do casal. Por isso, é importante que os dois participem do processo.

Segundo avaliação da Sociedade Americana de Reprodução Humana, essa reeducação alimentar, ou Dieta da Fertilidade, deve ocorrer de três meses a um ano antes das tentativas de gravidez.

Porém, especialistas afirmam que isso nada impede que uma mulher com hábitos de vida saudáveis possa engravidar em dois ou três meses após aderir ao novo cardápio.

O futuro papai e a dieta da fertilidade:

 

Dieta da Fertilidade: casal almocando

Futuro papai não pode ficar de fora da dieta

 

Assim como as mulheres, os homens devem evitar bebidas alcoólicas durante este período, já que o álcool interfere na secreção do hormônio masculino testosterona. Por outro lado, consumir alimentos com selênio e zinco, como a castanha-do-Pará, melhoram a função e qualidade do sêmen. Determinadas vitaminas podem auxiliar no processo da espermatogênese (produção de espermatozoides), tais como:

    • Vitamina E: Ajuda a proteger os espermatozoides de possíveis fragmentações em seu material genético (mutações);
    • Zinco: Seu uso está associado ao aumento na concentração de espermatozoides;
    • Vitamina C: É um componente antioxidante que melhora a movimentação (motilidade) dos espermatozoides;
    • Cromo: Fundamental no processo de formação de novas células da linhagem germinativa. Os principais alimentos ricos em cromo são: pão integral, batata, ovo, frango e pimenta verde.

 

Quais alimentos devemos evitar:

A Dieta da Fertilidade, ou dieta mediterrânea, não proíbe nenhum alimento, mas indica aqueles que devem ser consumidos de forma equilibrada, com bastante moderação:

Cafeína: prejudica a capacidade do organismo em absorver ferro e cálcio, além de promover um aumento no número de radicais livres, dificultando a concepção.

Soja e carboidratos refinados: Pão, macarrão e bolachas feitas com farinha de trigo também e derivados da soja contêm fitoesterol, que é uma espécie de hormônio de origem vegetal que pode interferir na ação do estrogênio, o hormônio feminino envolvido na ovulação.

Sal e temperos prontos: O excesso desses componentes pode prejudicar a circulação sanguínea, aumentando a retenção de líquidos (promovendo inchaço) e o desenvolvimento de hipertensão arterial.

Produtos industrializados: Pizza, hambúrguer e congelados devem ser evitados, pois são ricos em sódio e deficientes em vitaminas, sais minerais e antioxidantes, que são essenciais para a fertilidade.

 

Alimentos que ajudam na fertilidade:

 

dieta da fertilidade: maior chance de gravidez espontanea

Alimentação saudável favorece gravidez

Ácido Fólico: Famoso conhecido das futuras mamães, trata-se de uma vitamina (B9) importante para a fecundação, qualidade dos óvulos e o desenvolvimento do sistema neurológico do bebê. Encontrado no amendoim, feijão, laranja, leite, lentilha, ovos, folhas verdes escuras, brócolis e couve.

Complexo B: Fundamentais para a fecundação, pois auxiliam no equilíbrio hormonal, estimulam ovulação e melhoram o processo de implantação do embrião. Alimentos: grão de bico, carne bovina, peixe, legumes, aves ou banana.

Vitamina E: Além de ser antioxidante, ajuda a proteger o organismo de substâncias nocivas e melhora as funções do endométrio e do útero. Alimentos: Nozes, aveia, aves, grãos integrais, ovos e peixes.

Ferro: Uma das fontes de vitamina mais importantes do corpo. A falta dele dificulta o processo de ovulação, além dos casos de anemia. Encontramos no feijão, açaí, cheiro-verde, carne bovina e folhas verdes escuras.

Zinco: Essencial para produzir um gameta feminino (óvulo) mais saudável. Alimentos: Feijão, nozes, carne bovina e ostra.

Quando um casal decide se preparar para a chegada de um filho, vários pontos devem ser considerados com cuidado. Sendo assim, os alimentos que ajudam na fecundação devem ser recomendados por uma nutricionista, juntamente com um ginecologista, que irá fornecer informações fundamentais sobre como ter uma gestação tranquila e saudável para você e para o seu bebê.

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.