HomeBebêsTudo sobre os bebês high need
bebês high need

Tudo sobre os bebês high need

Seu bebê parece chorar mais (e mais alto) que qualquer outro bebê? Você vive exausta por acordar de hora em hora na madrugada? Ele quer ficar o tempo inteiro no colo? Seu bebê pode ser um high need, termo criado pelo pediatra norte-americano William Sears para identificar os bebês de alta necessidade, e que exigem uma atenção maior dos pais. A matéria de hoje vai falar sobre as principais características dos bebês high need e como os pais devem agir se as identificarem em seus filhos.

bebês high need

Bebês high need: como identificar

Segundo o Dr. Sears, um bebê pode ser classificado como high need se é muito intenso, hiperativo, está sempre insatisfeito, chora muito e de maneira estridente, dorme pouco e mama o tempo inteiro, entre outros comportamentos. O médico preparou um guia com as 12 principais características destes pequenos. Bebês high need tendem a apresentar três ou mais desses comportamentos, juntos:

bb_hi_need1

Meu bebê apresenta essas características. E agora?

Se você reconheceu o seu filho em alguma das características, não tenha medo. Ter um bebê high need não é algo ruim. Essa é apenas uma definição para ajudar os pais a entender melhor os seus filhos, e não um diagnóstico. Cada criança tem necessidades diferentes e todas podem apresentar esses comportamentos em algum momento.

Antes de classificar o seu filho como um bebê high need, lembre-se que outros motivos podem explicar porque o seu bebê está exigindo mais de você. Crianças com quadros de refluxo gastroesofágico, por exemplo, podem ficar agitadas, chorar muito, mamar bastante e pedirem mais colo do que outras. Fases complicadas, como o fim da licença maternidade, a chegada de um novo irmão e adaptação à escolinha também podem desencadear alguns desses comportamentos.

Expectativa dos pais

Também é preciso lembrar que, de certa forma, todos os bebês têm alta necessidade em, pelo menos, uma área. Há os que mamam mais, os que sofrem com as cólicas, os que precisam de mais ajuda para dormir. E, muitas vezes, o exagero nessa necessidade está na cabeça dos pais, principalmente, os de primeira viagem, que tendem a ser menos realistas quando se trata dos próprios filhos.

Um exemplo claro é o choro. Muitas vezes a criança chora muito em um passeio e os pais tratam a situação como algo extraordinário. Logo, o bebê ganha a fama de “chorão”. Seria mais simples concluir que ele foi tirado de sua rotina – provavelmente ficou desconfortável com o barulho e o ambiente diferente, não conseguindo mamar ou dormir direito – e esbravejou seu descontentamento com o choro.

Também tenha consciência que, nos três primeiros meses de vida, praticamente todos os bebês são high need. Se você deseja que seu filho recém-nascido durma a noite inteira, mame a cada três horas ou chore pouco, com certeza ficará frustrado. É interessante reconhecer quando o bebê precisa de atenção especial, como é o caso dos bebês high need, mas leve em conta sua idade e as situações às quais são expostos. Se elas não forem compatíveis, apenas uma mudança na rotina do bebê pode deixá-lo mais tranquilo e confortável.

bebês high need

Culpa, não!

E se, após avaliar todos esses fatores, você comprovar que tem um bebê high need, não se culpe! São as mães que tendem a se sentir mais culpadas. Provavelmente você deve se sentir deslocada em grupos com outras mães, principalmente com aquelas em que os bebês dormem a noite inteira, não choram e ficam tranquilos em seus carrinhos. Um bebê high need é somente um bebê com uma personalidade diferente e que exige mais dedicação. Apenas isso. Não é uma doença, não é algo que precise ser tratado. E, principalmente, não é culpa dos pais!

Muito carinho e paciência

Em um primeiro momento, os bebês high need parecem ser mais “difíceis”. Mas isso não é verdade. Quando entendemos suas necessidades é mais fácil lidar com esse comportamento. No entanto, não espere uma fórmula ideal para criá-los. Como têm uma personalidade sensível, os bebês high need precisam apenas de mais carinho e paciência, além de cautela dos pais em expô-los à situações que podem causar estresse.

Busque uma rede de ajuda, com familiares e amigos, e mantenha um canal aberto com o pediatra. Em comunidades virtuais, você também pode encontrar outras mães que tenham bebês de alta necessidade e dividir experiências. Sabemos que não é fácil dormir pouco e viver em função de um bebê, mas é uma fase que passa e, acredite, você vai sentir falta!

bebês high need

Quer saber mais?

O criador do termo high need, William Sears, publicou um livro sobre esses bebês chamado “The Fussy Baby Book”, ainda sem tradução para o português. O site Askdrsears, também em inglês, reúne diversos artigos sobre o tema.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Como aliviar as cólicas do bebê?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.