HomeBebêsComo deixar a casa segura para o bebê engatinhar
bebê engatinhar

Como deixar a casa segura para o bebê engatinhar

Se você tem um bebê em casa, com certeza aguardou ansiosamente pelo momento em que o pequeno começou a engatinhar. A fofura desses primeiros passeios são de pura emoção, principalmente para os pais de primeira viagem. Logo ele conseguirá se segurar para ficar de pé, o que também significa acesso a cadeiras, mesas e outras superfícies, além do chão. Então, a família deve preparar a casa e deixá-la segura para o bebê engatinhar.

Deixe o bebê engatinhar com segurança

Selecionamos algumas dicas para você deixar a casa segura para o bebê engatinhar, por cômodo da casa. Mas cada residência tem suas particularidades. Então temos uma recomendação geral: fique na posição de engatinhar, como o bebê, e engatinhe você mesma pela casa. Olhe a sua casa do ponto de vista do bebê e veja o que pode ser perigoso para o pequeno. Analise com cuidado, até os pequenos detalhes. Uma lasca de madeira saindo do pé de uma mesa, por exemplo, pode ser fatal caso engolida.

E lembre-se: deixou cair, pegou na hora! Isso vale para tudo a partir do momento que o bebê começou a engatinhar, principalmente objetos pequenos e perigosos como grampos de cabelo, moedas, alfinetes (dica valiosa para casas onde há costureiras), canetas, lápis, etc.

bebê engatinhar

Casa segura para o bebê engatinhar: a família deve tirar qualquer perigo do caminho!

Em todos os cômodos:

  • Amarre cordões de cortinas e persianas, pois o bebê pode se enrolar no pescoço.
  • Cole adesivos ou fitas de cores fortes em portas de vidro, na altura dos olhos da criança, para que ela não bata a cabeça.
  • Instale grades ou redes protetoras em janelas e varandas. No caso de grades com espaço para que o bebê passe a perna ou o braço, a rede também é necessária.
  • Ensine o bebê – desde cedo – que janelas são perigosas, e não o segure “apoiado” na rede de janelas e varandas para olhar a rua. Assim ele não achará “normal” se pendurar.
  • Cubra todas as tomadas da casa com protetores próprios, vendidos em lojas especializadas.
  • Cubra fios de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos.
  • Use protetores de quinas em armários e mesas.
  • Use protetores de porta, de espuma ou borracha, para evitar que elas fechem e prendam os dedos da criança.
  • Se não encontrar esse tipo de acessório, improvise com um tecido atado às maçanetas, que impeça a porta de fechar.
  • Se a casa tiver escadas, instale portõezinhos removíveis no alto delas.
  • Feche portas de armários e gavetas com travas especiais (você encontra normalmente na mesma loja onde comprou os protetores de tomada).
  • Limpe o chão diariamente, com vassoura e um pano úmido. Esse cuidado é importante até para fazer uma varredura em qualquer objeto que esteja escondido em algum cantinho e possa ser achado pela criança.
  • Tire produtos de limpeza, remédios, perfumes, inseticidas e outros produtos tóxicos do alcance da criança.
  • Não deixe sua bolsa ao alcance da criança.
  • Cuidado com espelhos que estejam apenas pendurados. O ideal é parafusá-los à parede.
  • Não deixe carregadores de celular em tomadas e nem ao acesso de crianças.
bebê engatinhar

Casa segura para o bebê engatinhar: protetores em todas as tomadas.

 

Sala de estar

  • Cuidado com hack ou estantes que balançam. Retire do móvel qualquer objeto que possa cair sobre a criança e machucá-la.
  • Se a estante for muito leve, uma dica é parafusá-la à parede. Parece uma medida radical, mas evitará qualquer acidente.
  • A TV deve ser presa à parede ou à estante. Se for do tipo “tubo”, ela não deve ficar na beira do móvel.

 

Sala/Mesa de jantar

  • Não use toalha de mesa, pois a criança pode puxar e derrubar alimentos quentes e utensílios pesados, ou de vidro.
  • Cuidado com cadeiras leves, que podem virar caso a criança se pendure.

 

Cozinha

  • Facas, objetos que quebram, panelas pesadas e outros itens perigosos devem ficar fora do alcance da criança.
  • Feche armários com travas especiais (você encontra normalmente na mesma prateleira dos protetores de tomada).
  • Coloque latas de lixo em um lugar pouco acessível.
  • Se o bebê ficar na cozinha com você (ele nunca pode estar no cômodo sozinho), deixe uma porta de armário acessível para o pequeno, com utensílios leves e seguros. Crianças normalmente adoram potes de plástico.
  • Fique de olho para que o bebê nunca se aproxime do fogão enquanto ele estiver sendo usado. É bom ensiná-lo de que é um lugar perigoso.
  • Não carregue comida ou bebidas quentes com o bebê no colo ou se ele estiver engatinhando na cozinha.
  • Mantenha alimentos quentes longe da borda de mesas e pias.
  • Não segure o bebê no colo quando estiver no fogão cozinhando e cuidados com molhos que espirram se ele estiver no chão.
  • Vire os cabos das panelas para dentro do fogão.
  • Quando comprar um fogão novo, prefira um que tenha a porta do forno pesada, difícil de ser aberta por uma criança.

 

Banheiro e Área de serviço

  • O bebê não deve ter acesso ao banheiro e áreas de serviço. Crianças pequenas podem se afogar em poucos centímetros de água, como a do vaso sanitário ou de um balde.

 

Quarto do bebê

  • Deve ser um ambiente seguro, desde o nascimento.
  • Tapetes próprios para o quarto infantil são recomendados para amortecer quedas e propiciar um ambiente aconchegante para as brincadeiras.
  • Cuidado com brinquedos que não sejam próprios para a idade da criança.
  • Se o berço tiver rodinhas, deixe-as travadas.
bebê engatinhar

Casa segura para o bebê engatinhar: tapetes deixam o quarto do bebê mais confortável e propício para as brincadeiras

 

Quintal

  • Nunca deixe o bebê sem supervisão perto de piscinas ou baldes.
  • Um ótimo investimento é a instalação de cercas de pelo menos 1,2 m de altura em volta de piscinas.
  • Mantenha portões sempre fechados e instale telas protetoras na altura da criança.
  • Cuidado com vasos de plantas. Vale investigar cada espécie que você tem em seu quintal para verificar se não é venenosa. Parece exagero mas há flores, por exemplo, que são extremamente perigosas se forem engolidas.
  • Não deixe a ração ou recipiente de água de animais de estimação ao alcance da criança.

 

Pode usar o andador?

O andador é um acessório bastante usado por algumas famílias, principalmente quando o bebê começa a engatinhar. Mas vale lembrar que acessório não é recomendado por que oferece riscos de acidente, principalmente por conta da falta de supervisão e a falsa sensação de segurança.

O Canadá proibiu em 2004, de forma pioneira, a fabricação e venda do andador em todo o país. A posse do equipamento pode levar à pessoa uma multa de até 100 mil dólares ou seis meses de prisão.

A Aliança Europeia para Segurança Infantil aponta o equipamento como o principal causador de acidentes e lesões em bebês, sendo 90% deles na região da cabeça principalmente por conta da velocidade que os pequenos alcançam, que vai muito além da coordenação motora deles.

bebê engatinhar

Deixe o bebê engatinhar: o uso de andador não é recomendado pelos especialistas

 

Confira outros motivos para não usar o andador:

Atraso dos primeiros passinhos – diferente do que os pais pensam, o andador faz com que o bebê demore mais para andar. O pequeno precisa passar por todas as fases do desenvolvimento motor para somente depois começar a andar. Isso inclui sentar, engatinhar e ficar em pé sozinho primeiro. Usar o andador atrasa esses marcos importantes no desenvolvimento.

Prejudica as articulações – a criança que ainda não consegue ficar em pé sozinha não pode ser colocada no andador porque os músculos das perninhas ainda não estão fortalecidos o suficiente. Sendo assim, o acessório pode causar lesões nas articulações que ainda estão mais “frouxas”. Inclusive, quanto mais tempo ele passa no andador, menos ele engatinha, e esse exercício de sentar e levantar é justamente a maneira do corpo preparar os músculos para o bebê andar sozinho.

Forma errada de pisar – por adotar uma postura incorreta quando fica no andador, o bebê fica mais suscetível a ter problemas futuros na coluna, de postura e até na forma de caminhar.

O importante é não ter pressa! Geralmente o bebê costuma dar seus primeiros passinhos aos 9 meses, sendo capaz de andar sozinho apenas aos 15 meses. Aproveite para deixar o bebê engatinhar sem pressa e que ele aprenda a explorar a casa, com segurança. Se você optar por usar o andador mesmo com as recomendações dos especialistas, nossa dica é não usar o acessório por muito tempo. Redobre a atenção e fique sempre perto do bebê enquanto estiver no andador para evitar acidentes!

 

Com informações do BabyCenter

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Brinquedos sonoros podem causar danos à audição da criança

As primeiras palavras do bebê

A importância de ler para bebês

Cama compartilhada: prós e contras

Quando virar a cadeirinha do carro para frente

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.