HomeBebêsEstá comprovado: cheiro de bebê vicia
cheiro de bebê

Está comprovado: cheiro de bebê vicia

Sabe aquela vontade incontrolável de cheirar o seu bebê? Então, ela ganhou uma explicação científica. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Montreal, Canadá, cheirar o bebê intensifica o vínculo entre mãe e filho, o que aumenta a produção do hormônio dopamina na mulher. O efeito é uma sensação de prazer imediata, parecida com a que uma pessoa que está com fome sente ao comer, por exemplo. O pesquisador explicou como chegou à esta conclusão, de que cheiro de bebê vicia.

cheiro de bebê

 

Pesquisa comprova que cheiro de bebê vicia

“O que identificamos, pela primeira vez, é que o cheiro de bebê ativa no cérebro das mães a área referente a recompensas. Esses circuitos podem ser especialmente ativados em situações de muita fome ou até mesmo de vício, entre um usuário e a droga”, revelou o pesquisador Johannes Frasnelli. O estudo recrutou dois grupos de 15 mulheres cada. O primeiro era formado apenas por mulheres sem filhos e o segundo por mães de primeira viagem que tivessem dado à luz há, no máximo, um mês e meio.

Para a análise, todas as mulheres tiveram suas atividades cerebrais medidas, por meio de ressonância magnética, enquanto cada uma delas sentia cheiros usando um aparelho chamado olfatômetro. Entre os aromas diversos estava o de pijamas usados por bebês. Quando o odor dos pijamas era acionado, o grupo de mães registrava maior atividade cerebral ligada à área de recompensas, com um pico na produção de dopamina.”O que observamos também é que nem todos os cheiros acionam este tipo de reação, somente aqueles associados a recompensas – como comida ou desejo, por exemplo”, afirma Dr. Frasnelli.

O estudo também constatou que o cheiro dos recém-nascidos desempenha um papel importante no desenvolvimento de respostas motivacionais e emocionais entre mãe e filho, provocando funções de cuidados maternos, como amamentação e proteção. É uma resposta essencial para a sobrevivência do bebê e pode ser explicada pela própria evolução humana. “É possível que o parto provoque alterações hormonais que mudem o circuito de recompensa, mas também é possível que a experiência da maternidade desempenhe um papel importante”, finalizou o pesquisador.

Muito interessante não é mesmo? E apostamos que você quer correr para dar aquele cheiro gostoso no seu bebê rs. Vai lá, mas lembra de compartilhar nosso post nas redes sociais! 😉

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Smash the Cake: lindas fotos para te inspirar

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.