HomeBebêsAmamentaçãoEspecial Aleitamento Materno: como se preparar para a amamentação?
como se preparar para a amamentação

Especial Aleitamento Materno: como se preparar para a amamentação?

A Semana Mundial de Amamentação é comemorada anualmente na primeira semana de agosto, de 1 a 8. Neste ano o tema é “Trabalhar juntos para o bem comum”, que propõe uma discussão sobre a importância do trabalho em conjunto para o sucesso do aleitamento materno. Para celebrar este ato de amor, teremos uma série de matérias especiais aqui no Ficar Grávida. A primeira será sobre uma das principais dúvidas das futuras mamães: como se preparar para a amamentação?

 

A importância do leite materno

Antes de responder a pergunta é importante ter em mente quais são os benefícios do leite materno. Ele reforça o sistema imunológico do bebê e reduz a incidência de doenças como obesidade, síndrome metabólica, diabetes, hipertensão, entre outras. É um alimento completo! Para a mulher, há redução do risco de desenvolver câncer de mama e de ovário, ajuda na involução do útero e auxilia na perda de peso após o parto. Mas mesmo com tantos benefícios, o aleitamento materno ainda é um desafio para a maioria das mulheres, levando algumas a desistir da amamentação. Uma das principais causas é a falta de informação e de uma preparação pré-parto. O que nos leva novamente à pergunta inicial: é mesmo possível se preparar para a amamentação?

como se preparar para a amamentação

 

Preparação na gravidez

O preparo para a amamentação é psicológico, principalmente. Isso porque a gravidez já prepara o corpo da mulher para o aleitamento materno. Por isso, antes de se preocupar com a parte física, a mulher deve estudar sobre os principais aspectos da amamentação ainda durante a gravidez. É interessante conhecer todo o processo de produção do leite materno, a importância do colostro, a pega correta e refletir sobre os preconceitos que norteiam o aleitamento materno, muito incentivados também pelas pessoas que convivem com a família. Há grupos que discutem todos esses aspectos e orientam mulheres grávidas sobre como se preparar para a amamentação, nas redes sociais e em reuniões presenciais. Uma dica para quem está grávida: busque informações no hospital que escolheu para o parto e também em bancos de leite.

Conhecer os procedimentos da maternidade também é muito importante. Isso porque parte do sucesso da amamentação começa no pré-parto, mas ganha força nas primeiras horas de vida do bebê. O ideal é que a criança tenha contato com o seio da mãe logo após o nascimento. Há hospitais que já colocam em prática essa recomendação do Ministério da Saúde, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Pediatria.

 

Como se preparar para a amamentação

 

Conheça o seu seio

Conhecer o seu seio e saber qual é o seu tipo de mamilo também é importante. Mulheres com os mamilos planos ou invertidos, por exemplo, tendem a ter mais dificuldades no início. Mas nenhum tipo de mamilo é empecilho para o aleitamento materno. Toda mulher pode amamentar. Confira abaixo um gráfico com os tipos de mamilos:

como se preparar para a amamentação

Alguns profissionais recomendam o uso das chamadas conchas para quem possui mamilos invertidos. Vale lembrar que esse tipo de acessório não é fundamental para o sucesso da amamentação, mas vale como um incentivo, principalmente no início quando o grau de dificuldade é maior.

 

Fortalecer os mamilos?

A Sociedade Brasileira de Pediatria reforça que não é necessário fortalecer os mamilos como forma de se preparar para a amamentação, principalmente com conselhos tradicionais como esfregá-los com esponja. Não use cremes ou pomadas nos seios durante a gravidez e evite os banhos quentes, que retiram a oleosidade natural da área.

Uma dica eficiente é deixar os seios expostos ao sol, por pouco tempo, sempre antes das 10h e após as 16h. Após o nascimento do bebê, a rotina de banhos de sol pode continuar. Se o peito rachar use o próprio leite materno, que é um eficiente cicatrizante, ou pomadas de lanolina pura. Não lave os seios com sabão.

 

Sutiãs

Invista em sutiãs de boa qualidade, de preferência 100% algodão e que sejam aptos para a amamentação. Peças com sustentação, com alças mais largas, são indispensáveis nesta fase mas evite os modelos com aros metálicos e bojo. Sempre troque a peça se ela estiver úmida por conta de possíveis vazamentos de leite.

 

Livre demanda

O aleitamento materno em livre demanda é uma das principais formas de se preparar para a amamentação, desde o nascimento do bebê. O ato constante de sugar, sem horários fixos para a mamada, estimula a “descida” e a produção de leite. Nas primeiras semanas é normal ter a sensação de que o bebê “mama o tempo inteiro”. Importante: a mamadeira e o uso de bicos artificiais, como a chupeta, não são recomendados pois incentivam o desmame precoce.

como se preparar para a amamentação

A amamentação em livre demanda é a melhor forma de estimular a produção de leite. Evite determinar horários e tempo de duração

 

O leite desceu!

Quando o leite “desce”, os seios tendem a ficar bastante inchados por alguns dias. Para esvaziar as mamas, ofereça o peito ao bebê. O uso de bombas de leite também pode ajudar! E lembre-se: a dor não é um processo normal na amamentação e deve ser avaliada. Verificar se o bebê está com a pega correta é essencial.

 

Beba água

A água é a principal matéria-prima do leite materno. É importante que a mulher beba entre 2 e 3 litros de água por dia.

 

Almofada e poltrona de amamentação

A almofada para amamentação é uma opção de apoio para auxiliar durante as mamadas. Ela ajuda a posicionar o bebê e é um incentivo à pega correta. A poltrona também não é essencial, mas procure amamentar em um local confortável e tranquilo.

 

Esta foi apenas a primeira matéria! Temos certeza que as mulheres grávidas e as que já estão amamentando ainda possuem muitas dúvidas sobre o aleitamento materno. Traremos mais informações indispensáveis na Semana Mundial de Amamentação 2017, mas gostaríamos da sua participação. Se você tem alguma sugestão de pauta para o Ficar Grávida, deixe um comentário!

 

As informações descritas neste texto foram retiradas do manual “Como ajudar as mães a amamentar” (F. Savage King), distribuído e recomendado pelo Ministério da Saúde em conjunto com a Sociedade Brasileira de Pediatria.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Amamentação: outros motivos pelos quais os bebês mamam

Tem sutiã de amamentação bonito sim! Vem ver

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.