HomeBebêsConversar com o bebê estimula desenvolvimento da linguagem
conversar com o bebê

Conversar com o bebê estimula desenvolvimento da linguagem

Você sabia que as crianças que recebem estímulos visuais e sonoros dos pais desde o nascimento desenvolvem um vocabulário mais diversificado? E você consegue isso com o hábito de conversar com o bebê, mesmo que você acredite que eles não entendem nada. Contar histórias, cantar e conversar são formas de estimular o desenvolvimento da linguagem.

Através da voz dos pais, o bebê percebe as nuances de timbre e entonação. Não sabe como fazer isso? É muito simples!

conversar com o bebê

Use a rotina para conversar com o bebê

Converse sobre tudo, o dia inteiro! Não tem assunto? Relate acontecimentos do cotidiano e tudo que rodeia o bebê.

Quando for passear, por exemplo, mostre a paisagem e diga o nome de cada coisa: “olha a árvore, veja que lindo o passarinho, que for cheirosa”, etc.  

O mesmo vale para atividades em casa, como a hora do banho, quando os pais podem aproveitar para nomear as partes do corpo.

Música estimula a fala de forma lúdica

Além de conversar com o bebê, os pais também podem cantar para estimular o desenvolvimento da linguagem de forma lúdica. A música também amplia o vocabulário e facilita a alfabetização mais tarde.

Outra vantagem é que cantando os pais conseguem prender a atenção dos pequenos por mais tempo, através de sons e melodias diferentes. Por isso, cante para o bebê sempre.

Contar história atiça curiosidade e imaginação

Já a contação de histórias é útil para estimular a imaginação, através da curiosidade. Use sinônimos, onomatopeias e diferencie os personagens com vozes e gestos diferentes. Você também pode mostrar fotos em livros, para acompanhar a hora da história, complementando o estímulo sonoro com o visual.

conversar com o bebê

O que não fazer?

Também é importante que os pais tenham consciência que algumas atitudes podem prejudicar ou atrasar o desenvolvimento da fala da criança:

  • Não use apelidos antes da criança aprender a falar a palavra corretamente. Um dos exemplos mais famosos é usar “tetê” para mamadeira, por exemplo.
  • Não fale palavras pela metade ou no diminutivo.
  • Não utilize diversas nomenclaturas diferentes para uma mesma palavra. Quando estão aprendendo, sinônimos confundem. Eles devem ser apresentados somente quando o vocabulário da criança estiver mais rico.
  • Não fale pela criança, pois a atitude desestimula o aprendizado.
  • Não diga que ela falou algo errado. Apenas mostre a forma correta de falar logo em seguida.
  • Não use “voz de bebê”, pois a fala da criança também tende a ficar infantilizada e o hábito pode persistir durante a primeira infância.

conversar com o bebê

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Coisas para bebê: 10 itens que você precisa comprar!

Como economizar nas fraldas descartáveis?

Acessórios para quarto de bebê: 5 produtos para uma decoração funcional

Bebê conforto e carrinho devem ser higienizados

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário