HomeBebêsAmamentaçãoDá para engravidar amamentando?
engravidar amamentando

Dá para engravidar amamentando?

Muitas mulheres acreditam que não é possível engravidar amamentando. Mas, apesar de menores, as chances de uma nova gravidez existem sim e a amamentação não deve ser utilizada como método anticoncepcional.

Essa crença existe porque, em geral, as mulheres ficam menos férteis após o parto. Algumas chegam a demorar meses para menstruar novamente. Sem a menstruação, não há ovulação.

Mas o perigo está justamente quando a ovulação volta a ocorrer normalmente. Quando a menstruação vem significa que a mulher liberou um óvulo cerca de duas semanas antes. Ou seja, quando não sabia que estava fértil novamente. É nesse intervalo que as chances de uma nova gravidez são grandes.

engravidar amamentando

Muitas pessoas acreditam que não é possível engravidar amamentando, mas não é verdade

 

Por que a amamentação inibe a ovulação?

Durante a amamentação acontece a produção de prolactina, um hormônio que impede que a mulher ovule. Mas isso só acontece quando a prolactina está em níveis muito elevados, ou seja, quando o aleitamento materno é feito de forma exclusiva e em livre demanda.

Por isso, nos primeiros meses de vida do bebê, a maioria das mulheres fica sem menstruar. A licença maternidade aliada à amamentação exclusiva impedem que a ovulação volte ao normal.

Mas quando a mulher volta ao trabalho e inicia-se a introdução alimentar, a tendência é que o bebê mame menos e os níveis de prolactina baixem, propiciando a volta da ovulação e da menstruação.

Para quem amamenta com frequência, o ciclo menstrual pode demorar até um ano para voltar. Já nos casos de bebês que têm a amamentação complementada com fórmula e dormem bem a noite (o pico de produção da prolactina é na madrugada), a menstruação pode voltar poucos meses após o parto.

engravidar amamentando

Engravidar amamentando: a ovulação é inibida pela prolactina, que é liberada durante a fase de aleitamento materno exclusivo em livre demanda

 

Engravidar amamentando é possível

Então, não confie na amamentação como método contraceptivo. Mesmo quando há aleitamento exclusivo, em livre demanda, muitos fatores influenciam no funcionamento do organismo da mulher. Mesmo se não estiver menstruando, a recomendação dos especialistas é iniciar um contraceptivo assim que retomar a vida sexual após a quarentena.

É importante consultar o seu médico, que indicará um método que não influencie na sua produção de leite. A pílula anticoncepcional, por exemplo, merece atenção! As mais comuns usam estrogênio, hormônio que deve ser evitado nesta fase. Para mulheres que amamentam, as mais indicadas são a base de progesterona. Métodos de barreira – como a camisinha – e o DIU também podem ser utilizados.

Já falamos aqui no Ficar Grávida sobre os métodos compatíveis com a amamentação. Clique aqui e confira!

engravidar amamentando

Quem não deseja dar um irmãozinho para o primogênito deve usar um método contraceptivo após o parto

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Chupeta pode atrapalhar na amamentação, segundo a SBP

Roupas para amamentação: um guia completo

Amamentação depois da introdução alimentar, como fica?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.