HomeBebêsAlimentaçãoA importância do ferro na introdução alimentar
ferro na introdução alimentar

A importância do ferro na introdução alimentar

Um dos minerais mais importantes para o corpo humano é o ferro, que está presente em todas as células do sangue e é fundamental para o funcionamento das hemoglobinas, responsáveis pelo transporte de oxigênio para os nossos órgãos. Por isso, a oferta de alimentos ricos em ferro na introdução alimentar é tão importante e gera muitas dúvidas entre os pais.

Apesar da importância deste mineral, a deficiência de ferro ainda acomete uma porcentagem grande de crianças menores de 5 anos. Essa condição pode causar prejuízo no crescimento, desenvolvimento cognitivo e dificuldade na aprendizagem, além de maior facilidade para infecções.

Para falar sobre a oferta de alimentos ricos em ferro na introdução alimentar, conversamos com a Dra. Melissa Ramos Morais, pediatra e nutróloga.

ferro na introdução alimentar

Importância de alimentos ricos em ferro na introdução alimentar

A introdução alimentar do bebê deve iniciar aos 6 meses de vida, com alimentos ricos em ferro, como as carnes. “A carne tem melhor biodisponibilidade de ferro e melhor absorção que outros alimentos”, explicou a Dra. Melissa, que também destacou o papel de alguns vegetais.

“Algumas hortaliças como brócolis, nabo e vegetais verdes escuros também são boas fontes de ferro, porém com biodisponibilidade menor em comparação com as carnes. Para melhorar a absorção, recomendação associação com fatores facilitadores como fontes de vitamina C”, recomendou a pediatra e nutróloga.

ferro na introdução alimentar

Cálcio prejudica absorção

Outro ponto é a associação das refeições com alimentos ricos em cálcio, como o leite. “A família deve evitar o hábito de tomar leite após uma grande refeição, como o almoço e o jantar. Dar um intervalo de uma hora e meia a duras evita a interferência do nutriente na absorção do cálcio”, recomendou a Dra. Melissa

Suplementação de ferro pode ajudar?

“É importante conversar com seu médico para receber as orientações adequadas e tirar dúvidas”, lembrou a pediatra. “A suplementação deve ser sempre avaliada como uma possibilidade, principalmente na fase de crescimento rápido, que acontece especialmente no primeiro ano de vida. É nesta transição entre a alimentação láctea exclusiva e a introdução alimentar, que identificamos uma possível ingestão insuficiente de ferro. Isso por acontecer mesmo em uma alimentação variada, mas que pode se insuficiente para o momento do bebê, de crescimento muito acelerado”.

ferro na introdução alimentar

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Meu filho não come nada: entenda por que você está exagerando

Introdução alimentar: cuidados na hora de preparar a papinha

Transição da papinha para a comida da família

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.