HomeBebêsAlimentaçãoIntrodução alimentar: pode dar peixe para o bebê?
pode dar peixe para o bebê

Introdução alimentar: pode dar peixe para o bebê?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que os bebês sejam amamentados exclusivamente com leite materno até o sexo mês de vida. Após esse período inicia-se a introdução alimentar com sólidos, que inclui frutas e as papas salgadas, com fontes de proteínas, legumes, verduras e cereais. Mas as mamães ainda têm dúvidas sobre a inclusão de certos alimentos, como os frutos do mar. Afinal, pode dar peixe para o bebê?

Sim! O peixe deve fazer parte do cardápio do bebê desde a introdução alimentar, recomendação dada até pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Entre os principais benefícios do peixe está a oferta de ácidos graxos ômega-3 e ferro. Estudos mostram que esses nutrientes – encontrados principalmente no salmão e na sardinha – são importantes para o desenvolvimento do sistema nervoso central e na prevenção de doenças crônicas, como obesidade e hipertensão.

pode dar peixe para o bebê

Pode dar peixe para o bebê? Sim! A proteína deve ser oferecida ainda na introdução alimentar!

 

Risco de alergias

Uma das principais preocupações dos pais em relação a oferecer peixe para o bebê é o risco de alergias. A recomendação dos especialistas é que a proteína seja oferecida aos poucos, para que – caso apresente alguma reação – o pediatra identifique a mudança na rotina alimentar.

Lembre-se de escolher peixes que têm poucas ou nenhuma espinha. Retire-as com cuidado antes de cozinhar ou após cozido, mas sempre cheque com muita atenção o pedaço que for oferecido ao bebê. E, vale reforçar, o alimento deve estar muito bem cozido.

 

Pode dar peixe para o bebê? Pode mas escolha o peixe ideal! Confira dicas para a compra:

  • Priorize estabelecimentos que tenham boas condições de higiene e limpeza
  • Compre o pescado fresco e verifique sua qualidade por meio do odor, textura e coloração
  • A carne deve estar firme, brilhante e escorregadia
  • Os olhos do peixe devem estar brilhantes e protuberantes
  • As brânquias devem ser úmidas e brilhantes, variando do rosa ao vermelho intenso.
  • O peixe deve ser armazenado em diversas camadas de gelo.
pode dar peixe para o bebê

As condições de armazenamento do peixe devem ser observadas na hora da compra do pescado

 

Se você comprou o peixe congelado, muita atenção na hora de descongelar:

  • Jamais descongele o peixe (ou qualquer outro alimento) em temperatura ambiente, condição que favorece o crescimento de micro-organismos
  • Descongele o pescado na geladeira
  • Congele em porções individuais, pois não é recomendado congelar novamente um alimento que já foi descongelado

Após cozido, o peixe pode ser conservado em geladeira por até 24 horas! Lembre-se que frituras não são recomendadas para o bebê e o pescado deve ser oferecido cozido e desfiado.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Meu filho não come nada: entenda por que você está exagerando

Introdução alimentar: cuidados na hora de preparar a papinha

NÃO bata a papinha do bebê no liquidificador. Entenda o porquê

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.