HomeBebêsAlimentaçãoMétodo BLW: Pode ser adotado na introdução alimentar?
método BLW

Método BLW: Pode ser adotado na introdução alimentar?

O método BLW, do inglês “Baby Led Weaning”, é uma das vertentes mais atuais na alimentação dos bebês, mas muitas famílias ainda sentem receio de adotar a prática já nas primeiras refeições.

Vamos entender melhor o método e conhecer os benefícios?

método BLW

O que é o Método BLW?

No método BLW, a criança recebe o alimento em sua consistência natural, sem ser processado como nas papinhas tradicionais. Outro diferencial é que a criança é encorajada a pegar os alimentos e levá-los à boca, importante para sua autonomia e controle de saciedade. A família deve respeitar o tempo e a vontade do bebê em se alimentar.

Especialistas também afirmam que o método favorece a aceitação de variedade de tipos de alimentos, já que a criança não experimenta tudo misturado. Outros benefícios seriam o desenvolvimento de hábitos alimentares mais saudáveis e menor risco de obesidade, já que a criança não é “forçada” a comer.

Método BLW na introdução alimentar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até os seis meses e complementar até os 2 anos ou mais. A partir do 6º mês, a família pode dar início à introdução alimentar, oferecendo alimentos nutritivos de acordo com a idade da criança e orientação do pediatra.

Quem vai apostar no BLW, pode aproveitar essa fase para apresentar a experiência aos bebês durante as refeições em família. Os alimentos devem ser cortados em um formato fácil para a criança segurar, tomando os cuidados na escolha do formato para prevenir engasgos.

É normal que no início a criança prefira mais brincar do que comer. A ideia do método BLW é essa, que o bebê conheça a comida, amasse, tente chupar, cheire, etc. A família deve deixá-lo à vontade para experimentar, sem se preocupar com a quantidade do que é realmente ingerido.

método BLW

Há maior risco de engasgo?

O engasgo não é uma exclusividade dos sólidos. Líquidos também podem causá-lo. Por isso, não é um motivo para descartar o BLW. Mas o bebê só está preparado para o método se conseguir permanecer sentado sozinho, sem apoio.

Também é importante evitar alimentos duros (tudo deve ser muito bem cozido) e em formatos perigosos (como a uva). Também nunca deixe o bebê sozinho, enquanto ele estiver comendo.

Não há uma regra!

É importante saber que não há regras ou a forma mais correta de iniciar a introdução alimentar. Atualmente, a maioria dos pediatras sugere começar com alimentos bem cozidos e amassados com garfo (nunca no liquidificador) e você pode ir adicionando pedaços aos poucos, até para a criança sentir texturas diferentes.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais:

Meu filho não come nada: entenda por que você está exagerando

BLW, uma forma diferente de oferecer a comida para o bebê

Sociedade Brasileira de Pediatria lança guia sobre o BLW

Introdução alimentar: você conhece o método BLW?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.