HomeBebêsAmamentaçãoPicolé de leite materno é seguro?
picolé de leite materno

Picolé de leite materno é seguro?

Com a chegada do verão e as altas temperaturas, muitas mães recorrem ao picolé de leite materno para refrescar os bebês. Ele também parece uma ótima alternativa para aliviar o incômodo do nascimento dos primeiros dentinhos. Mas será que é seguro?

Se levarmos em conta que a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que os pequenos devem ser amamentados exclusivamente até os 6 meses e de forma complementar até os 2 anos ou mais, então tudo bem certo? Mas, na prática, não é tão simples.

Mesmo que o picolé seja feito de leite materno, um dos maiores riscos é a contaminação na manipulação do alimento para o congelamento. Além disso, bebês muito pequenos podem ter o sistema respiratório prejudicado pelo contato precoce com um alimento tão gelado.

picolé de leite materno

Leite materno deve ser congelado com higiene e segurança

Quando a mãe precisa se ausentar ou voltar ao trabalho, os pediatras indicam a ordenha e congelamento do leite materno. Mas esse processo deve ser feito com recipientes próprios, esterilizados e com total higiene.

Além disso, ele deve ser descongelado e aquecido em banho-maria, antes de ser oferecido ao bebê. Já o picolé de leite materno pode expor o bebê a bactérias e microorganismos, se todo esse cuidado não for tomado.

Picolé de leite materno não é a única forma de refrescar o bebê. Veja dicas!

Se o objetivo do picolé de leite materno for refrescar o bebê nos dias quentes, os especialistas recomendam que as mães sigam dicas simples, que manterão os bebês nutridos e bem hidratados:

  • Se o bebê tiver menos de 6 meses, ofereça mais vezes o peito. Eles estão acostumados (e até preferem) a temperatura média do leite no peito, que gira em torno de 37º. A amamentação já é suficiente para saciar a sede do bebê.
  • Se o bebê já for maior, a recomendação é aumentar a oferta de água mineral e frutas com alto teor de hidratação, como laranja e melancia.
  • Não exponha o bebê ao sol no período de pico (entre 10h e 17h).
  • Aumente a frequência de banhos durante o dia. Não precisa passar sabão. Só a água já basta para refrescar o pequeno.
  • A partir de 1 ano e meio, os bebês já podem experimentar picolés comuns, sem açúcar e de de frutas. Mas é preciso cautela, para garantir que pedaços grandes não se soltem e causem engasgos. Sempre monitore!

picolé de leite materno

 

E os dentinhos?

Se o objetivo do picolé de leite materno for amenizar os incômodos do nascimento dos dentinhos, uma dica que funciona muito bem é refrigerar um mordedor de gel.

Alguns modelos são próprios para serem colocados na geladeira. Lave bem antes de oferecer ao bebê!

Mas eu quero fazer o picolé de leite materno!

Tudo bem! Mas lembre-se de seguir todas as recomendações quanto à higiene na ordenha e manipulação do leite e NUNCA reutilize as sobras. As porções que sobrarem deve ser descartadas, principalmente se entraram em contato com a saliva, que é repleta de bactérias.

Fonte: Orientações de especialistas do BabyCenter e Sociedade Brasileira de Pediatria.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais sobre amamentação:

Almofada de amamentação: 10 modelos para diferentes estilos de mãe

Descubra o que é Mastite e como tratar

Amamentação: Dicas para aumentar a produção de leite

Posições para amamentar: encontre a mais confortável

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.