HomeBebêsPrurido do traje de banho: o que é e como evitar
prurido

Prurido do traje de banho: o que é e como evitar

Neste verão um dos passeios preferidos para fazer em família é ir à praia. Sabemos que para isso devemos tomar vários cuidados para os pequenos não contraírem doenças, principalmente dermatites. Talvez você nunca tenha ouvido falar em prurido do traje de banho, do inglês, Seabather’s Eruption, esta é uma doença dermatológica causada por larvas de águas vivas e anêmonas, que, ao ficarem presas nos trajes de banho, liberam uma substância que causa muita coceira e erupções.

Os primeiros casos ocorridos no Brasil foram relatados em 2001, na praia de Ubatuba/SP e depois, em 2007, voltaram a ocorrer no estado de Santa Catarina. Neste verão, 2016/2017, houveram novos relatos de casos com as mesmas características clínicas. Os médicos já estão acompanhando as pesquisas para logo confirmarem se estes casos são realmente iguais aos anteriores.

A médica de família e comunidade, Cristina Broilo, colaboradora do Alô Mamãe, deu algumas dicas de cuidados a serem tomados na praia para evitar locais que possam existir estas larvas e, caso haja suspeita de lesões limitadas à área de traje de banho ou dobrinhas, como aliviar os sintomas.

prurido

Para aproveitar o verão, o melhor é estar sempre prevenido

Confira os principais cuidados para evitar o prurido do traje de banho:

  • Mantenha os trajes de banho limpos e não deixe que eles sequem no corpo da criança
  • Procure saber se a área de banho está própria para banho
  • Se surgirem dúvidas sobre o local de banho, sempre procure os Guarda Vidas locais, que estarão instruídos para orientações de locais com maior probabilidade de correntes quentes (onde há maior chance de haver águas vivas, larvas)
  • No caso de identificação de lesões, mantenha a área limpa, lave de forma suave com água corrente e, de preferência, gelada, pois água gelada diminui a sensação de coceira
  • Não coce nenhum ferimento, principalmente com as unhas, pois podemos infectar a área por microrganismos que temos em baixo das unhas, e assim, causar infecção secundária.

Caso estas dicas não sejam suficientes para o alívio dos sintomas, é importante procurar um médico para que este confirme o diagnóstico e possa informar o melhor tratamento a ser feito.

Todo cuidado é pouco com a nossa saúde, e quando se trata dos nossos pequenos, o cuidado é redobrado!

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.