HomeBebêsSurto de sarampo reforça importância da vacina
sarampo

Surto de sarampo reforça importância da vacina

O sarampo voltou! O Brasil enfrenta um surto da doença, que já tem 677 casos confirmados*, sendo que as regiões mais afetadas pelo vírus são os estados Amazonas e Roraima. Mas há milhares de casos em investigação, inclusive nas regiões Sul e Sudeste.

Apesar do país ter sido certificado pela erradicação da doença em 2016, o vírus voltou a circular no Brasil por causa da imigração venezuelana. Para conter o avanço da doença, o Ministério da Saúde convocou toda a população para uma campanha nacional de imunização. Reunimos as principais informações sobre a doença e a vacina.

Vacina contra o sarampo

Administrada por injeção subcutânea, a vacina contra o sarampo faz parte do Programa Nacional de Imunização. Toda criança deve tomar as duas doses, que são oferecidas gratuitamente pelo SUS:

  • Primeira dose: aos 12 meses de vida, com a versão tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba).
  • Segunda dose: com 1 ano e 3 meses de idade, com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e catapora).

Além disso, os postos de saúde também oferecem as duas doses da vacina de forma gratuita para crianças, adolescentes e adultos de até 29 anos. Já quem tem entre 30 e 49 anos de idade, recebe apenas uma dose gratuita. A partir dos 50 anos, a pessoa provavelmente já foi exposta ao vírus.

sarampo

O Programa Nacional de Imunização oferece duas doses gratuitas de vacina contra o sarampo, que devem ser aplicadas aos 12 e 15 meses de vida.

Campanha nacional

Em função do surto que o país enfrenta em 2018, o Governo Federal prepara uma campanha nacional de imunização para o mês de agosto, que também inclui a poliomielite. Entre os dias 6 e 31 de agosto, postos de saúde de todo o país funcionarão com horário estendido para vacinar toda a população que ainda não imunizada contra as doenças.

Importante: Quem já teve a doença, não precisa se vacinar. Mas é fundamental ter certeza do diagnóstico. Se há dúvida, procure um posto de saúde.

Grávidas podem ser vacinadas contra o sarampo?

Não! A vacina contra o sarampo é contraindicada para gestantes, pela falta de estudos sobre a influência da imunização no desenvolvimento do feto. Recomenda-se esperar pelo parto para se vacinar. Já as mulheres que pensam em engravidar, podem tomar a vacina e aguardar quatro semanas para reiniciar as tentativas.

sarampo

Gestantes não podem tomar a vacina contra o sarampo, por isso é importante se imunizar antes de engravidar.

E os bebês?

Os menores de seis meses também não podem se vacinar. Mas, se a mãe já tiver sido imunizada, os anticorpos passados pelo leite materno ajudam a manter o pequeno livre da doença. Caso a criança não seja amamentada e tenha mais de seis meses, recomenda-se buscar informação com o pediatra.

Quem mais não pode tomar a vacina?

A vacina contra o sarampo também não é indicada para pessoas com histórico de anafilaxia (reação alérgica grave), imunodeprimidos, quem está com suspeita da doença e quem tem alergia grave a ovo.

sarampo

Crianças que não tomaram as duas doses contra o sarampo, devem ser levadas a um posto de saúde para regularizar a carteira de vacinação.

Um guia completo sobre o sarampo

Doença infecciosa e extremamente contagiosa, o sarampo é transmitido pelo vírus expelido durante tosse, espirro, fala ou respiração – antes mesmo da erupção cutânea, sintoma característico da doença.

Além das manchas avermelhadas pelo rosto e corpo, o doente apresenta febre alta, tosse persistente, irritação nos olhos, secreção no nariz e manchas brancas na mucosa bucal.  

O tratamento é sintomático, com administração de medicamentos para conter a febre. Entre as sequelas: diarreia, pneumonia, otite, úlcera de córnea e meningite, o que evidencia a gravidade da doença que pode levar a pessoa à óbito.

A única forma de prevenir a doença é a vacina!

*Informação coletada em 19 de julho de 2018. Número pode ter sofrido alterações.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Tem como aliviar a dor da vacina?

Grávida pode tomar vacina da gripe?

Vacina contra febre amarela nas grávidas: pode ou não pode?

Vacina contra febre amarela em bebês: tire as principais dúvidas

Rotavírus: tire as principais dúvidas sobre a polêmica vacina

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.