HomeBebêsUm polvo de crochê está ajudando a salvar prematuros
polvo de crochê

Um polvo de crochê está ajudando a salvar prematuros

Uma técnica simples que começou na Dinamarca e já chegou nas UTIs de Brasil tem ajudado bebês prematuros. Parece brincadeira de criança, mas a verdade é que o polvo de crochê está salvando recém-nascidos em vários hospitais do País. A ideia partiu do Spruttegruppen, um grupo dinamarquês que criou o “Octo Project” (“Projeto Polvo”, em tradução livre) em 2013. O site oficial da iniciativa explica que os tentáculos do objeto se assemelham ao cordão umbilical, fazendo os prematuros lembrarem do período em que estavam no útero.

Hoje, o grupo dinamarquês distribui os polvos em maternidades do país e em um hospital da Groenlândia, além de ter ajudado a reproduzir o projeto na Suécia, Noruega, Islândia, Alemanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Itália, Turquia, Croácia, Israel, Palestina, Austrália e Estados Unidos.

Fonte: Arquivo pessoal / Dani Dalledone

Fonte: Arquivo pessoal / Dani Dalledone

Um polvo de crochê para humanizar a encubadora

O primeiro hospital que passou a testar essa nova (e fofa!) maneira de confortar os recém-nascidos foi o Hospital Universitário Aarhus, onde a equipe médica pode identificar melhora nos sistemas respiratório e cardíaco dos bebês, além de um aumento dos níveis de oxigênio no sangue.

Útero artificial pode abrigar bebês prematuros em pouco tempo

De acordo com relatos de pais e profissionais de saúde de UTIs neonatais, o uso do polvo de crochê parece acalmar os pequenos, ajudando a normalizar a respiração e os batimentos cardíacos e evitando que eles arranquem fios de monitores e tubos de alimentação.

Reprodução / TV RPC

Reprodução / TV RPC

A equipe do Octo Project da Dinamarca afirma que ainda não há estudos científicos sobre o uso dos polvinhos para os prematuros. Contudo, eles salientam que os polvos de crochê têm sido usados como brinquedos desde 2013 na Dinamarca e em alguns países da Europa sem nenhum relato de infecções ou danos à saúde dos bebês, pelo contrário: a cascata de efeitos positivos mencionados acima começa a ser observada sempre que um novo amiguinho é posicionado dentro da incubadora com o bebê.

A Ong Prematuridade é uma das organizações brasileiras que se alinhou ao Oto Project e incentiva a doação de polvos de crochê para hospitais de todo o País. “A iniciativa do polvo de crochê para bebês prematuros é sucesso absoluto! Recebemos muitos emails de hospitais querendo implementar o seu uso e ainda mais mensagens de pessoas querendo confeccionar os polvos para doação”, anuncia em seu site oficial. “

polvo de crochê

Fonte: Pinterest

Tendo em vista que desde então há muitos relatos de benefícios para os bebês prematuros com a utilização lúdica do polvinho, decidimos encabeçar o Movimento Um Polvo de Amor, divulgando a ideia e conectando quem quer doar com quer receber os brinquedos.”

Como posso participar dessa iniciativa?

Se você é boa no crochê e quer ajudar a confeccionar os bichinhos, saiba que existem algumas regras: os polvos devem ser feitos com fio 100% algodão, e os tentáculos não podem ultrapassar os 20 centímetros. No site da Ong, há um tutorial sobre como fazer o polvo passo a passo, além de um grupo onde doadores e receptores podem se comunicar a viabilizar as doações.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Comentário
  • Minha mãe faz esses polvos de crochê
    São mto fofos….

    5 de junho de 2017