HomeBebêsViajar de avião com bebê: tire as principais dúvidas
viajar de avião com bebê

Viajar de avião com bebê: tire as principais dúvidas

Viajar de avião com bebê não precisa ser um bicho de sete cabeças. Apesar de exigir mais planejamento e um cuidado maior com detalhes do que em viagens sem crianças, o voo pode ser tranquilo e transcorrer sem problemas.

Respondemos as principais dúvidas de quem vai viajar de avião com bebê

1 – Quais documentos do bebê tenho que apresentar?

Em vôos domésticos

Nos voos nacionais, o bebê pode viajar com o documento de identidade ou certidão de nascimento. Ele deve estar acompanhado de, pelo menos, um dos pais. Em caso de viagens com outro acompanhante, será necessária uma autorização judicial (com firma reconhecida).

Em voos internacionais

No caso de viagens internacionais, o passaporte é obrigatório para viajar de avião com bebê (atenção à data de validade, que deve estar em dia). Também pode ser necessário um visto caso o país de destino exija. Se o bebê estiver apenas com um dos pais, também é exigida uma autorização por escrito assinada pelo outro responsável, com firma reconhecida. Você pode encontrar um modelo desta carta no site do Tribunal de Justiça.

viajar de avião com bebê

 

2 – Bebês pagam passagem?

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), crianças menores de 2 anos de idade podem pagar passagem, mas o valor não pode ultrapassar 10% da tarifa paga pelo adulto. Essa regra é válida no caso dos bebês que viajam no colo.

Já crianças com mais 2 anos devem viajar em seu próprio assento e pagam passagem. A tarifa varia de acordo com a companhia aérea, mas o valor pode ter um desconto de até 50% em relação ao pago pelo adulto.

 

3 – Terei preferência de atendimento por estar com um bebê?

Sim. Crianças de até 12 anos são considerados passageiros com necessidades especiais. Eles têm preferência no embarque, no check-in e nos assentos diferenciados, como os das primeiras fileiras.

Mas para exigir algum assento específico, por exemplo, você deve avisar a companhia quando comprar a passagem e também comunicar o SAC cerca de 48 horas antes do embarque.

No check-in, mesmo com o atendimento preferencial, você ainda deve respeitar o horário de chegada, que normalmente é de 1 hora para voos domésticos e 2 horas para os internacionais.

 

4 – Recém-nascidos podem viajar de avião?

As companhias aéreas só aceitam viajar de avião com bebê se ele tiver mais de 7 dias de vida. Mas, na prática, a recomendação médica é outra: deve-se esperar, pelo menos, 28 dias. Mas lembre-se: com menos de 3 meses, os bebês ainda estão com o sistema imunológico frágil e são mais suscetíveis a infecção.

 

5 – Meu bebê é muito pequeno. Posso pedir um bercinho?

Sim! Mas é preciso reservar com antecedência. Os berços disponibilizados são confortáveis para bebês de até cinco meses. Para bebês maiores, uma dica é levar a almofada de amamentação, que pode ajudar a acomodá-lo quando dormir.

viajar de avião com bebê

 

6 – O bebê pode viajar gripado?

Sim, pode, mas a pressão do avião pode acentuar os sintomas. Evite embarcar se o pequeno apresentar febre alta ou complicações respiratórias mais graves.

 

7 – As companhias aéreas oferecem comida especial para crianças?

Não existe uma regulamentação oficial da Anac para isso, mas algumas companhias podem oferecer diferenciais. O ideal é consultar antes de comprar a passagem e solicitar o atendimento preferencial à empresa através do SAC, cerca de 48 horas antes do embarque, ou consultar o agente de viagem. Lembre-se que em viagens curtas não é praxe oferecer nenhum tipo de lanche.

 

8 – Tem fraldário no avião?

Depende. Informe-se antes de entrar na aeronave. O ideal é trocar a fralda do bebê ainda no aeroporto. Em casos de viagens mais longas, não tenha vergonha de trocar a fralda em qualquer lugar do avião – caso não tenha fraldário. O bem estar do bebê está em primeiro lugar. Para facilitar, invista nos modelos de fralda calça, que facilitam a troca.

9 – Posso levar o carrinho do bebê? E o bebê conforto/cadeirinha do carro?

Sim! O carinho pode ser transportado em uma bolsa de viagem – normalmente vem com o próprio acessório, no momento da compra. Você pode optar por despachá-lo ou entregar para a companhia aérea quando embarcar. Leve também um canguru ou sling para carregar o bebê no desembarque, até conseguir pegar o carrinho novamente (que estará na esteira, junto com as malas).

Se você quiser usar o bebê conforto ou cadeirinha do carro para viajar de avião com bebê, tenha em mente que precisará de um assento extra, ou seja, uma passagem. Também é preciso que o acessório tenha certificação internacional, com a informação de que também pode ser usada em aeronaves.

 

10 – Como evitar que o bebê sofra com a pressão no ouvido?

Para evitar o desconforto no ouvido amamente ou ofereça a mamadeira ao bebê na hora da decolagem e no momento do pouso. Para os bebês que usam chupeta, o acessório também ajuda a amenizar o incômodo.

viajar de avião com bebê

 

O que levar na bagagem de mão?

Se já é difícil montar uma bagagem de mão ideal normalmente, imagina na hora de viajar de avião com bebê? Para facilitar, montamos uma lista que você pode adaptar para a sua necessidade:

  • Mamadeira vazia (uma ou duas unidades): serão práticas para oferecer os líquidos disponíveis no avião, como água ou suco.
  • Mamadeira para leite com água mineral e a fórmula em pó já no medidor.
  • Papinhas e lanchinhos para o bebê: leve uma frasqueira térmica e priorize alimentos que não exijam refrigeração.
  • Chupeta, caso o bebê use.
  • Fraldas descartáveis e fraldas de pano de ombro.
  • Lenços umedecidos e toalha pequena macia.
  • Algodão, para molhar com água e limpar o bebê caso ele se suje com alimentos ou líquidos.
  • Travesseiro ou almofada de ombro.
  • Manta ou blusa de frio: o ar-condicionado pode ser bem forte.
  • Brinquedos: dê preferência aos mais silenciosos.
  • Duas trocas de roupa.
  • Medicamento para febre e outros que costuma usar.
  • Carteira de vacinação
  • Celular ou tablet com bateria carregada, para os bebês que assistem desenhos. Também vale ter uma carga extra garantida.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Como deixar a casa segura para o bebê engatinhar

Como prevenir alergias no bebê?

Como evitar o refluxo no bebê

Cuidados com o ar condicionado no quarto do bebê

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.