HomeComportamento10 erros das mães de primeira viagem
erros das mães de primeira viagem

10 erros das mães de primeira viagem

Se você está grávida ou acabou de ter seu primeiro bebê podemos apostar que o seu principal medo é não ser uma mãe perfeita. Esse receio acaba fazendo com que você cometa alguns típicos erros das mães de primeira viagem, quando na verdade o melhor é aceitar que você vai ser a melhor mãe que você pode ser. Não existe mãe perfeita! Por isso, confira nossas dicas para curtir a maternidade de forma mais leve. 

erros das mães de primeira viagem

Toda mãe de primeira viagem se cobra muito para ser “perfeita”, mas lembre-se que a maternidade não tem a ver com perfeição e sim com amor!

Quais são os principais erros das mães de primeira viagem?

1 – Querer ser a “mãe perfeita”

Ser mãe é uma dádiva, mas também não é fácil. E a mãe de primeira viagem é, naturalmente, superprotetora. E a própria natureza colabora para isso: após o parto, os sentidos da mulher ficam mais apurados, seu sono mais leve e ela também fica mais resistente ao cansaço. É natural se sentir mais poderosa. Mas não queira fazer tudo sozinha, para ser a “mãe perfeita”. Aceite ajuda e descanse!

 

2 – Excluir o pai

Complementando o primeiro tópico, um dos principais erros das mães de primeira viagem é excluir o pai dos cuidados com o bebê. Sabemos que o vínculo entre mãe e bebê é único, mas o pai precisa exercer seu papel. Incentive-o (e deixe que faça do seu jeito, ele vai aprender a criar sua própria relação com o bebê) a trocar fraldas, embalar, fazer dormir, dar banho, etc.

erros das mães de primeira viagem

Um dos principais erros das mães de primeira viagem é excluir o pai da rotina de cuidados com o bebê

 

3 – Se isolar

É comum vermos mães de primeira viagem que se isolam em casa nos primeiros meses do bebê. Após as primeiras vacinas e liberação do pediatra, não há motivo para ter receio de sair com o bebê. Passeios curtos e encontros com amigos e familiares são benéficos para toda a família, principalmente para o pequeno desenvolver imunidade.

 

4 – Se dedicar integralmente ao bebê

Ser mãe é um trabalho de tempo integral, mas isso não significa que você deva esquecer de você. A mãe deve estar saudável e bem disposta, por isso não pode descuidar da sua alimentação e bem-estar emocional. Não se sinta mal ao deixar o bebê sob os cuidados do pai e dos avós para se dedicar a você, nem que seja para um banho mais longo ou uma visita ao salão de beleza. Lembre-se: se você estiver bem, seu bebê está bem!

 

5 – Descuidar da alimentação

A rotina com um bebê é cansativa, por isso muitas mães acabam negligenciando a alimentação, mas é um erro que pode ter importantes reflexos na amamentação. Para produzir leite, a mulher deve manter uma dieta rica em nutrientes, além de ingerir bastante água.

 

6 – Estipular um cronograma rigoroso de horários com o recém-nascido

Não é errado impor uma rotina para o bebê. É até saudável. Mas você não precisa se estressar caso algo saia do cronograma. Um recém-nascido é realmente imprevisível. É comum, por exemplo, que alguns troquem o dia pela noite. E também lembramos que a amamentação deve ser em livre demanda, sem horários fixos para a mamada. Então relaxe e espere o bebê crescer mais um pouquinho. Ele ainda não está pronto para seguir horários.

 

7 – Comparar o filho com outros bebês

Esse é outro erro muito comum entre mães de primeira viagem. A primeira coisa que você deve ter em mente é que cada criança é única e tem seu próprio ritmo de desenvolvimento. Não há como comparar o ritmo de sono, alimentação, personalidade, etc.

erros das mães de primeira viagem

Outro dos erros das mães de primeira viagem é comparar os filhos. Lembre-se: cada criança é única!

 

8 – Não ouvir os conselhos de mães mais experientes

As mamães mais antenadas com certeza devoram todo o nosso conteúdo e se sentem preparadas para criar seus filhos da melhor forma possível. Mas isso não significa que você precisa ignorar totalmente os conselhos de outras mães, principalmente as mais experientes. Não custa nada ouvir aquela dica valiosa da vovó e deixar que a sua intuição indique o melhor caminho.

 

9 – Agasalhar demais o bebê

Em pleno verão, seu bebê anda por aí de calça e agasalho? Não exagere, mamãe! Apesar deles serem mais sensíveis, principalmente nas primeiras semanas de vida, os bebês têm a mesma sensação térmica que nós temos. Então, se você está sentindo calor, ele também está. Vale protegê-lo de choques térmicos (entrar e sair de ambientes com ar condicionado, por exemplo) e seguir aquela dica coringa: vista-o em camadas e com uma peça a mais que você.

 

10 – Exagerar nas compras supérfluas

As compras do enxoval é uma das etapas favoritas das mães de primeira viagem, que acabam exagerando e comprando tudo o que veem pela frente. Após o parto é fácil perceber que muita coisa não tem utilidade. Então, vale voltar ao tópico 8 e conversar com outras mães, para ver o que realmente é indispensável nos cuidados com o bebê.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

A licença maternidade está acabando e agora?

Os diferentes aspectos da Maternidade

Sintomas da depressão pós-parto: psiquiatra aponta sinais

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.