HomeComportamentoEntenda a importância da Lua de Leite
lua de leite

Entenda a importância da Lua de Leite

Você já ouviu falar da Lua de Leite? É o tempo necessário para que mãe e bebê se conheçam após o parto, sem interferências. A família deve se afastar das tarefas e obrigações da rotina diária, descansar e manter um ambiente calmo para mãe e bebê, sem afazeres domésticos ou preocupações com visitas. O puerpério é um momento de extrema sensibilidade para a mãe e também para o bebê, que acabou de sair do útero, então é essencial que eles sejam protagonistas deste momento e o vivam de maneira intima.

 

Lua de Leite: o início de uma nova fase

Cada família irá vivenciar a Lua de Leite da forma como achar melhor. É natural que, em alguns casos, o pai não possa emergir como a mãe. As legislações para a licença paternidade ainda são limitadas, mas dá para o pai participar e estreitar o vínculo com o bebê enquanto estiver em casa. No caso da mulher, a Lua de Leite é ainda mais importante pois vai facilitar a amamentação. A mãe deve manter o máximo de contato, corpo a corpo, com o bebê durante as primeiras semanas. O aleitamento materno em livre demanda e muito colo são fundamentais nessa fase.

E um dos benefícios da Lua de Leite é justamente propiciar um início de amamentação menos conturbado. Como uma das propostas é reduzir os contatos sociais no pós-parto, diminuem as chances da mulher se expor a comentários e palpites nocivos à amamentação. As pressões sociais também são aliviadas, permitindo que a família vivencie o turbilhão de emoções do pós-parto sem a necessidade de se justificar de como está cuidando do bebê.

lua de leite

 

Mas e as visitas?

Receber ou não visitas é algo muito pessoal. Se a mãe não se sente física ou emocionalmente confortável para recebê-las (a verdade é que são poucas que se sentem), não existe nada mais válido do que deixar isso bem claro. Uma dica para mandar o recado de forma elegante é dar a notícia do nascimento através de uma carinhosa mensagem, com uma foto do bebê se for o caso, e avisar que a família ainda está se adaptando e que as visitas serão bem vindas a partir de tal data.

Já a participação dos familiares mais próximos, como avós e tios da criança, pode ser bem vinda. Se houver um grau de intimidade grande, onde a mulher poderá se sentir à vontade para amamentar e ficar de pijama, por exemplo, agregá-los à Lua de Leite pode ser benéfico para a saúde emocional de mãe e bebê. O ideal é que a mãe e o bebê só tenham contato com quem realmente for íntimo da família (e se levar ao pé da letra, você vai ver que são poucos).

 

É preciso se preparar para a Lua de Leite?

Sim, se o intuito for vivenciar de forma intensa e completa, o ideal é se preparar para a Lua de Leite ainda na gravidez.

  • Deixe refeições congeladas ou organize-se para que não tenha que prepará-las. Quem optar por entregas, deve pesquisar as melhores opções de restaurantes.
  • Faça uma compra completa de supermercado, com quantidade suficiente para pelo menos um mês.
  • Prepare a mensagem para os amigos, colegas e familiares mais afastados, avisando que não receberão visitas antes de uma data estipulada pela família. Assim, quando o bebê nascer, você só precisará enviar.
  • Se você não conta com uma colaboradora para os afazeres domésticos, planeje como isso será feito durante o puerpério.

 

*Com informações do blog A mãe que quero ser

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

A importância do pai na hora do parto

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.