HomeComportamentoA importância do pai na hora do parto
importância do pai na hora do parto

A importância do pai na hora do parto

“A hora do parto é um momento exclusivo da mulher e o único papel do homem é não atrapalhar”. Se você compartilha deste pensamento, repense! Atualmente o homem tem ganhado espaço e participado ativamente da gravidez e, consequentemente, tem um papel importante na hora do parto. Especialistas defendem que o nascimento do bebê é o momento ideal para a família fortalecer o vínculo entre todos, incluindo o pai. A mulher precisa que o seu parceiro lhe forneça ajuda e suporte, emocional e físico, nesta hora tão importante! Na matéria de hoje, vamos abordar a importância do pai na hora do parto. 😉

importância do pai na hora do parto

 

Conheça a importância do pai na hora do parto

Antes de mais nada é importante que o pai conheça os seus próprios limites e saiba exatamente qual será o seu papel na sala de parto. Ele deve ter consciência de que será responsável por proporcionar segurança, apoio e tranquilidade à parceira. Se por acaso o pai sentir que, ao invés de ajudar, vai acabar atrapalhando por conta do nervosismo e ansiedade, é melhor aguardar o pequeno nascer e ajudar a esposa no pós-parto!

Para que o pai possa exercer a sua principal função na hora do parto é essencial que ele se prepare ainda durante a gravidez. Como? Buscando informações em livros, sites e revistas, assistindo vídeos, indo às consultas e exames com o obstetra e até participando de cursos para gestantes. Quanto mais informação ele tiver, maior será a confirança para apoiar a grávida na hora do parto.

A doula Bruna Rúbio, do Projeto Partejar Santista, falou sobre a importância do pai na hora do parto em entrevista ao Blog Grão de Gente. “O medo acaba quando a informação de qualidade chega. A importância do companheiro se dá em todo o processo de gestação, desde a descoberta, passando pelo pré-natal, na busca por conhecimento até o trabalho de parto, onde ele é o ponto de apoio da parturiente”.

E que tal ouvir a opinião de um pai que sentiu na pele toda essa responsabilidade em um parto domiciliar? O veterinário César Infante esteve ao lado da esposa o tempo todo, fornecendo toda segurança e carinho que ela precisou no momento mais difícil de todo o processo, e contou, todo orgulhoso, a sua emocionante experiência em entrevista ao Blog Grão de Gente: “Li muito a respeito e tive uma boa e esclarecedora conversa com a enfermeira e a médica obstetra dela. A cada dia eu ganhava mais segurança para assumir meu papel e, no dia D, mesmo com medo e acreditando que eu era apenas um coadjuvante, fiz a minha parte de pai e esposo, em especial quando, no auge das suas contrações, ela me pediu para irmos ao hospital. Foi nessa hora que eu devolvi a ela toda a segurança que ela havia me passado ao longo dos nove meses. Eu acreditava no seu potencial, sabia que ela estava preparada para isso e a fortaleci para que o seu sonho fosse concretizado da melhor maneira possível”.

Em plena semana do Dia dos pais, vamos dar uma dica àqueles que puderem acompanhar a esposa neste momento tão especial: não tenham receio e se informem bastante! Temos certeza que vocês nunca vão passar por outra experiência tão especial e emocionante quanto essa na vida! s2

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

– Pai monta balada no quintal para esposa no pós-parto

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário