HomeComportamentoImportância da participação do pai na gravidez
participação do pai na gravidez

Importância da participação do pai na gravidez

A criação dos filhos costumava ser uma responsabilidade exclusiva das mães e muitos pais tinham uma relação distante da dinâmica familiar. Homens não participavam da rotina, não trocavam a fralda ou davam banho, nem brincavam com as crianças. Mas, isso mudou! A presença do homem é cada vez mais ativa na gestação e no pós-parto. Hoje, vamos falar da importância da participação do pai na gravidez.

participação do pai na gravidez

Gestação é vivenciada de maneira diferente

Quando um casal descobre que está grávido, a vivência dessa gravidez é muito diferente para as mulheres e para os homens. Elas estão conectadas com esse bebê de uma maneira que o pai não está.

São as mães que sentem os primeiros movimentos, que sentem a barriga crescer, percebem o seu corpo mudar completamente para receber esse bebê e vivenciam todas as mudanças emocionais que a gravidez proporciona.

Já os homens costumavam se preocupar muito com outros aspectos, como o financeiro, ficando um pouco excluídos dessa proximidade que acontece entre a mãe e bebê. Porém, como sabemos, a gestação é do casal e não somente da mulher.

E, com algumas mudanças que estão acontecendo na sociedade de maneira geral, os homens começaram a se preocupar em serem pais presentes, participar mais ativamente desse processo e também a serem incluídos pelas mulheres.

Quando a participação do pai na gravidez aumenta, ele pode então vivenciar essa fase de maneira tão próxima quanto as mulheres, passando a se preocupar com aspectos mais relacionados a paternagem.

participação do pai na gravidez

Vínculo começa ainda na gestação

É muito comum ouvirmos que a mãe se torna mãe durante a gravidez, mas que o pai só se torna pai depois que o filho nasce. Talvez isso fosse verdade há um tempo, mas a verdade é que essa relação pode começar ainda na gestação.

Com os pais mais próximos, participando das consultas pré-natais, é possível que eles já comecem a conhecer esse bebê, por exemplo, vendo através do ultra-som.

Elas passam a frequentar cursos de gestantes e preparação para o parto, participam das decisões, conversam com o filho ainda no útero e assim, já começam a criar uma relação de vínculo, que só vai aumentar após o nascimento.

Para uma relação se estabelecer, ela precisa ser cultivada. Por isso os pais precisam investir tempo, amor, interesse, carinho e participar de todas as etapas, imaginando esse bebê para que ele vá ganhando espaço nas suas vidas.

participação do pai na gravidez

Qual é a importância da participação do pai na gravidez?

Muitas vezes os papais ficam receosos de se aproximarem por não saberem da importância do seu envolvimento. Eles podem dar apoio e suporte emocional a mulher, que está passando por intensas mudanças, dividir tarefas e decisões e a sua participação também colabora para o desenvolvimento emocional do bebê.

O pai terá um outro olhar para a criança, partindo das suas vivências e também vai poder ajudar na criação do filho, passando os seus valores e servindo como um exemplo, no qual certamente os filhos vão se identificar e espelhar.

Em outras situações, eles não sabem muito bem qual é o seu papel ou se sentem excluídos pelas próprias companheiras.

Mas é preciso lembrar que se tornar mãe e se tornar pai é um aprendizado, cada um vai ter um jeito de fazer e vai precisar de um tempo para se acostumar com as novidades, então eles podem ir juntos tentando e aprendendo a lidar com esse bebê que chegou, sempre respeitando a opinião e a maneira de fazer um do outro.

 

Bruna Osorio – Psicóloga Clínica

CRP: 06/118617

Facebook: Bruna Osorio Psicologia

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais textos de comportamento:

Culpa materna é sentimento vivenciado por muitas mulheres

Bebês arco-íris renovam a esperança após uma perda

Sharenting e a exposição das crianças nas redes sociais

Pais helicópteros podem atrapalhar o desenvolvimento dos filhos

Alienação Parental: Crianças são as maiores prejudicadas

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário