HomeComportamentoPintar cabelo de criança, entenda a polêmica
Pintar cabelo de criança Felicity

Pintar cabelo de criança, entenda a polêmica

No começo de junho, a InstaMom americana Charity Grace LeBlanc causou polêmica ao postar um vídeo pintando o cabelo da sua filha Felicity, 2 anos, de rosa. Na legenda, algumas perguntas abriram uma brecha às diversas opiniões sobre o assunto: “O que vocês acham? Deixariam sua filha fazer isso?”. Claro que as mais divergentes ideias em relação ao assunto foram colocadas, e a celebridade do Instagram se retratou pouco tempo depois ao dizer que os produtos utilizados no processo eram naturais e laváveis. Mas esta questão vai muito além dos produtos utilizados. Hoje, nosso post vai contar essa história direitinho e apontar todos os lados que envolvem pintar cabelo de criança.

Pintar os cabelos de crianças

Felicity, 2 anos, com seus cabelos rosa (fonte: Instagram @charity.grace)

 

Entenda a polêmica por trás de pintar cabelo de criança

Antes de mais nada, vamos falar que utilizar qualquer tipo de química na cabeça de crianças é extremamente desaconselhado, para dizer o mínimo. Aconselha-se que este processo seja feito apenas depois dos 12 anos de idade e com produtos específicos para pré-adolescentes, evitando utilizar químicas fortes como amônia e água oxigenada com chumbo.

Os pequenos ainda estão em formação, por isso, a pele do couro cabeludo é bem sensível e mais propensa a alergias que seguirão pela vida toda. Segundo a dermatologista pediátrica, Aline Pantano Marcassi, em entrevista à Pais & Filhos, o sistema imunológico da criança ainda está em desenvolvimento: “Além disso, o manto hidrolipídico, que protege a pele do couro cabeludo, não está completamente constituído, o que eleva as chances de apresentar alergia à tintura.”

No caso de Charity, ela apenas utilizou corante natural com condicionador, e os cabelos loiros de Felicity facilmente pegaram a cor. Pensando pelo lado da química na cabeça de crianças, ela está ok! Mas e o lado comportamental? E a ideia de que a criança deve se aceitar da forma que ela é e não fazer mudanças drásticas até que esteja com sua identidade fortemente construída, como fica? A psicóloga clínica Carmem Alcântara afirmou em entrevista à Crescer: “A criança está em um processo de construção da sua identidade e pode ficar mais difícil para ela aceitar suas características naturais. Cabe aos pais valorizar essas características, e não estimular uma mudança”.

A InstaMom não é a primeira celebridade a causar polêmica por pintar cabelo de criança. A cantora Gwen Stefani também chamou bastante atenção em 2012 ao aparecer com o filho Kingston Rossdale, na época com 5 anos, de cabelos azuis, e pouco tempo depois bem loiros, em público.

 

Confira o vídeo que gerou controvérsia no Instagram de Charity

 

Agora perguntamos para vocês, o que acharam da mudança no look dos pequenos Felicity e Kingston? Pensando em todos os pontos abordados, fariam o mesmo com sua filha ou filho?

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Barriga de aluguel de Kim Kardashian está grávida

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.