HomeBebêsPrimeira Infância: Entenda como lidar com os desafios dessa fase
primeira infância

Primeira Infância: Entenda como lidar com os desafios dessa fase

Quando falamos em primeira infância estamos nos referindo aos primeiros anos de vida, desde o nascimento até que a criança complete 6 anos. É um período extremamente importante, no qual a criança precisa de amor, estímulos e todo um cuidado para que ela possa crescer e se desenvolver da melhor maneira.

Se tornar mãe ou pai é um aprendizado e, apesar de hoje ser possível encontrar muitas informações sobre todos os assuntos, não existe um manual que nos mostre o que é certo ou errado, ou o que fazer em cada situação. Depende muito da história dessa família, das crenças, da situação de vida e de muitas outras variáveis.

primeira infância

Desafios da primeira infância

Diante desse período tão longo é possível pensarmos em inúmeros desafios e novidades, inerentes a cada idade e a cada fase do desenvolvimento.

Quando aquele bebê pequenininho, molinho e indefeso sai da maternidade com os pais, onde eles tinham ajuda da equipe médica, e vai para casa, começa o primeiro desafio. Muitos pais acham que não vão dar conta ou saber o que fazer, nem entender o que o bebê precisa. Mas aos poucos, essa relação vai se construindo, se estreitando e vai ficando mais natural a relação dos pais com os filhos

A importância da amamentação

Amamentar pode ser um desafio para muitas mães também, que começam a sentir dor e ter rachaduras e machucados nos seios. Nesse caso, pode ser bom buscar ajuda, pois a pega errada do bebê pode ocasionar o desmame precoce.

O cansaço e as noites sem dormir sem dúvida também fazem parte desse momento, e é importante os pais revezarem, ajudarem um ao outro. Quanto mais ajuda os pais tiverem nesse momento, melhor.

primeira infância

Os primeiros passos do desenvolvimento

O bebê começa a crescer e vai se desenvolvendo muito rápido. Ele começa a engatinhar e logo já está dando os primeiros passos e correndo pela casa. Os pais precisam se preocupar em deixar a casa segura e sempre que possível estar próximo dos filhos, para dar suporte e encorajar as novas descobertas.

A criança começa a querer se comunicar, balbuciar palavras e fazer barulhos. Descobre a potência da sua voz e muitas vezes grita. Os pais vão aos poucos entendendo o que cada balbucio significa e vão ajudando as crianças a se comunicarem durante a primeira infância.

primeira infância

O desmame e o desfralde são fases de muitos aprendizados também. No desfralde a criança vai aprendendo a ter o controle e com certeza muitos escapes vão acontecer. Os pais precisam acompanhar esse momento de perto, sempre ajudando.

Lidar bem com os sentimentos

A entrada na creche ou na escolinha também pode ser difícil. As vezes mais difícil para os pais do que para as crianças. É preciso confiar em outra pessoa para cuidar do filho, para passar o dia com ele e essa separação pode ser muito dolorida. Conforme os pais vão vendo que a criança está ficando bem, está aprendendo, se divertindo e tendo novas experiências, vão conseguindo se acalmar.

Durante a primeira infância também é preciso lidar também com sentimentos como medo, ciúmes, raiva, tristeza e ensinar para os pequenos que esses sentimentos fazem parte da vida, que nós adultos também sentimos e juntos ir encontrando maneiras de lidar com eles.

primeira infância

Ensinar com paciência

Existem também algumas dificuldades na rotina da primeira infância, como a resistência para fazer atividades como escovar os dentes, tomar banho, guardar os brinquedos e nesse momento é importante os pais terem paciência, pois vão precisar sim repetir a mesma coisa um milhão de vezes.

As crianças aprendem através da repetição e de exemplos, por isso, fazer junto com a criança às vezes tem um resultado muito melhor do que somente pedir que ela faça.

primeira infância

Podem aparecer conflitos na escola, as crianças às vezes mordem ou batem, pois elas ainda estão aprendendo a lidar com os sentimentos, é tudo muito confuso. Colocar limites ensinando o que pode e o que não pode é importante. E também lidar com todas as dúvidas e os “porquês” que aparecem nessa fase. Lembre sempre que é através das perguntas que as crianças vão aumentando o seu repertório de conhecimento e de palavras.

Descobertas e brincadeiras

É durante a primeira infância que as crianças vão descobrir o mundo, vão descobrir as suas potencialidades, descobrir os seus limites e vão criar vínculos.

Elas também vão fantasiar e imaginar muito, criar personagens e mundos, imitar os adultos que estão próximos dela e brincar muito. Criança precisa brincar e se divertir. Tudo isso pode e deve ser incentivado pelos pais, pois é saudável para o desenvolvimento.

primeira infância

É impossível listar todos os desafios, existem ainda muitos outros, inclusive alguns que não podem ser previstos, como a morte de algum familiar, uma doença, ou algum aspecto do desenvolvimento.

Mas independente da fase ou do desafio vivido, é importante os pais lembrarem que cada criança é única e tem o seu próprio ritmo e tempo, por isso as comparações não são boas. E que sempre é possível buscar ajuda para lidar com aquelas situações que estão difíceis demais. Os pais não precisam sempre saber de tudo.

 

Bruna Osorio – Psicóloga Clínica

CRP: 06/118617

Facebook: Bruna Osorio Psicologia

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

Leia mais:

Autoestima no pós-parto: Como lidar com as transformações do corpo?

Parar de trabalhar após o nascimento do bebê: Uma difícil decisão

Exterogestação: A importância de respeitar essa fase

Disciplina positiva: Educando sem violência física ou verbal

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário