HomeComportamentoRemédio para depressão pós-parto apresenta bons resultados em testes
remédio para depressão pós-parto

Remédio para depressão pós-parto apresenta bons resultados em testes

Há décadas especialistas buscam um remédio para depressão pós-parto que seja mais efetivo. Uma boa notícia é que um estudo recente sobre a brexanolona mostrou resultados satisfatórios.

Remédio para depressão pós-parto ameniza sintomas em 24 horas

A medicação conseguiu amenizar os sintomas de quatro voluntárias, em apenas 24 horas. A autora principal do estudo explicou que as pacientes apresentaram uma consistente melhora por até 30 dias após receberem o medicamento, que foi aplicado por infusão intravenosa.

As mulheres estavam sem comer e isoladas em um quarto – quadro típico de quem sofre com depressão pós-parto – e, após a infusão, demonstraram vontade de comer e conversaram.

Sintomas da depressão pós-parto: psiquiatra aponta sinais

A última fase do estudo está em andamento e a expectativa é que a droga seja aprovada ainda em 2018, para ser utilizada como remédio para depressão pós-parto.

remédio para depressão pós-parto

Depressão pós-parto: como é o tratamento atualmente?

Atualmente, a abordagem mais utilizada no tratamento de depressão pós-parto envolve terapia cognitiva-comportamental e antidepressivos. Embora eficazes e seguros, esses medicamentos demoram para fazer efeito.

Por isso, o estudo sobre a ação rápida da brexanolona é um importante avanço no tratamento da doença. Os especialistas acreditam que a droga atua em uma região diferente do cérebro do que as remédios tradicionais.

Como o novo remédio para depressão pós-parto atua?

Acredita-se que a depressão pós-parto acontece por causa da queda rápida no nível de uma série de hormônios, entre eles a alopregnanolona – causando um desequilíbrio que desencadeia o baby blues e, em algumas mulheres, a depressão.

Diferenças entre Baby Blues e Depressão pós-parto

A brexanolona simularia a ação da alopregnanolona, amenizando os principais sintomas da doença. Mas vale ressaltar que os hormônios não são os únicos responsáveis pela depressão. As mudanças repentinas na rotina, acompanhada por estresse, falta de uma rede de apoio e predisposição genética também devem ser levadas em conta.

remédio para depressão pós-parto

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais textos de Comportamento:

A importância das brincadeiras na infância

Os diferentes aspectos da Maternidade

Escolinha ou casa da avó: como fazer a melhor escolha?

Dificuldade de engravidar do ponto de vista emocional

Medo de não amar o segundo filho

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.