HomeComportamentoTerrible two: a crise dos dois anos
terrible two

Terrible two: a crise dos dois anos

Seu filho está fazendo muita birra, malcriação, aprontando para chamar terrible twoa sua atenção e, até mesmo, se jogando no chão? Se ele tem entre 1 ano e meio e 3 anos, ele está passando pela chamada “adolescência do bebê”, conhecida também como “Terrible Two”.

Não se preocupe, essa fase acontece com a maioria das crianças e, sim, ela vai passar. Você precisará ter calma e muita paciência para lidar com a birra do seu pequeno e mostrar para ele que o comportamento rebelde não o levará a lugar nenhum.

Crianças que são obedientes e tranquilas também passam por essa fase. O período próximo aos dois anos de idade é de grandes mudanças para as crianças e a causa do terrible two é o próprio desenvolvimento natural vivido por elas.

Está fase será cheia de conflitos! O seu filho estará de bom humor e do nada fará birra, ele vai dizer que quer uma coisa e em 5 minutos mudará de ideia, aquela criança que costumava acatar a todas as ordens, passará a discordar… Tudo isso porque o seu pequeno começou a perceber que ele é um indivíduo próprio, tem opinião, desejos e não é exclusivamente ‘dependente’ dos pais. Por mais que pareça birra, a criança está apenas em busca da própria identidade.

Não existe uma fórmula mágica para evitar que a criança passe por essa fase. Algumas crianças vivem essa fase mais intensamente do que outras. Como dissemos no início, você precisará ter muita paciência e calma. Dessa forma, você saberá como lidar com o seu filho e usar o terriblo two de uma forma construtiva para a relação de vocês.

Como lidar com o terrible two

Não ceda ao comportamento manipulador, aos choros e aos ‘showzinhos’ da criança. Não contenha a birra com palmadas, tapas, puxões de cabelo ou orelha ou qualquer comportamento agressivo. Isso não amenizará as crises, muito pelo contrário…

Quando o seu filho fizer malcriação ou se jogar no chão na frente das pessoas, tente conversar com ele e mostrar que você desaprova esse tipo de comportamento. Ignorar a birra também pode ser uma ótima solução. Caso ele não pare de jeito nenhum, tire o seu filho do local da birra sem demostrar raiva ou conversar. Com essa atitude, ele perceberá que você não gostou nenhum pouco do ‘show’ e desaprova aquele comportamento.

Muitas crianças aumentam a birra ou passam cometer autoagressão (se bater, puxar o próprio cabelo, bater a cabeça na parede e etc.) por perceber que está conseguindo chamar a atenção dos pais e adultos próximos. A ideia “sem plateia não há show” é bem propícia para essa fase. Portanto, haja com calma, tente conter a birra sem dar atenção para o que a criança está fazendo. Outra coisa importante é conversar com a criança e mostrar a sua reprovação em relação a atitude que ela teve – faça isso sempre quando o ‘show’ acabar, a criança estiver calma e, de preferência, quando vocês estiverem em casa.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.