HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarCoceira na gravidez pode ser sinal de uma doença
coceira na gravidez

Coceira na gravidez pode ser sinal de uma doença

Sua pele está coçando muito? Você sabia que existe uma doença que provoca uma intensa coceira na gravidez? Esse é o principal da colestase, também chamada de colestase intra-hepática. Ela afeta o fígado e pode causar parto prematuro, por isso é fundamental que as futuras mamães fiquem atentas ao sintomas.

Principais sintomas da colestase, que provoca coceira na gravidez:

  • Intensa coceira na pele, que costuma se agravar à noite;
  • Coceira nas palmas das mãos e na sola dos pés;
  • Icterícia (pele amarelada);
  • Urina escura e fezes claras;

coceira na gravidez

Quais são as causas da colestase?

É uma doença rara. Ainda não se sabe exatamente as causas da colestase, mas especialistas acreditam em uma tendência genética. Em algumas mulheres, durante a gestação, o fígado pode sofrer com a ação dos hormônios.

O órgão produz a bile, que vai para o intestino, onde seu principal papel é ajudar na digestão. Quando há colestase, o fluxo da bile é reduzido e ela se acumula no sangue, provocando a doença.

Importante! Quem já teve colestase na gravidez tem uma probabilidade grande de desenvolver a condição em uma próxima gestação.

Diagnóstico da doença

O principal indicativo é a coceira na gravidez, mas é importante lembrar que há outras possíveis causas para a coceira. Mulheres que ganharam muito peso, com grande distensão da pele, podem apresentar coceira conforme a barriga cresce. E o sintoma é ainda mais comum no último mês de gestação.

Para diagnosticar uma possível colestase na gravidez, o médico investigará quando o sintoma apareceu e sua intensidade. Com a doença, a coceira é constante, não há alívio com o uso de cremes e/ou loções e a gestante não consegue realizar suas atividades, pois o incômodo pode chegar a um nível intolerável.

Caso isso aconteça, o médico pode solicitar exames de sangue para confirmar o diagnóstico, assim como um teste para detectar pedras na vesícula.

coceira na gravidez

Doença prejudica o bebê?

Uma das principais consequências da doença é o risco de parto prematuro. Uma em cada 10 gestantes dá à luz antes das 37 semanas. O risco de mortalidade do feto também aumenta.

Tratamento

O tratamento para colestase inclui medicamentos para amenizar o desconforto da coceira na gravidez, além de vitamina K para diminuir o risco de hemorragia após o parto. É importante que a mulher seja acompanhada, mesmo após o nascimento do bebê, para ter certeza que a doença não provocou alterações hepáticas permanentes.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??

Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Confira 5 alimentos proibidos para gestantes!

Insônia na gravidez é normal? Veja dicas para dormir melhor!

Gravidez saudável: alimentos que aumentam a imunidade

Repelente para gestante: veja qual usar

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.