HomeGravidezCoronavírus: tudo o que as grávidas precisam saber
coronavírus

Coronavírus: tudo o que as grávidas precisam saber

O novo coronavírus está deixando muita gente assustada. Na última quinta-feira (30), a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que o coronavírus representa um risco para o mundo. 

Mas o que, de fato, isso significa? Apesar dos órgãos de vigilância sanitária e de saúde ainda terem poucas informações a respeito desse vírus, reunimos tudo o que você precisa saber para proteger sua família e evitar o contágio!

coronavírus

O que é o coronavírus e quais os seus sintomas?

Os coronavírus são uma família de vírus conhecida há mais de 50 anos. Tem este nome porque parece uma coroa, se visto no microscópio. Algumas cepas infectam seres humanos, outras infectam somente animais. 

O novo vírus (2019-nCoV) provavelmente é uma mutação que não atingia humanos e, nos últimos meses, passou de um animal para uma pessoa em um mercado de frutos do mar e animais vivos na cidade de Wuhan, na China.

Sintomas respiratórios, como febre, tosse, falta de ar. Pode causar sintomas leves, como um resfriado comum até quadros mais graves, como pneumonia e insuficiência respiratória aguda.

O vírus pode ser transmitido de pessoa a pessoa pelo ar, por meio de secreções respiratórias do paciente infectado ou por contato com secreções contaminadas seguido de inoculação em mucosas (olhos, nariz ou boca). 

Na maior parte dos casos, a transmissão é limitada e se dá por contato próximo, ou seja, durante o cuidado com o paciente, incluindo profissionais de saúde ou membro da família. Em relação às crianças, há poucos casos de infecção pelo novo vírus.

Estou grávida, devo ficar preocupada?

Sim, mas não mais do que você ficaria preocupada com a gripe. Durante a gravidez, partes do seu sistema imunológico ficam deprimidas, o que o torna mais suscetível a complicações de vírus como gripe e varicela. 

As gestantes, segundo estudos, têm quase 3,5 vezes mais chances de acabar no hospital devido à gripe do que as mulheres que não estão grávidas. Por isso as campanhas sempre recomendam que as gestantes tomem a vacina contra gripe.

Faz sentido esperar que uma mulher grávida tenha maior risco de complicações por esse vírus do que uma não gestante. Mas você também precisa ter em mente que, em geral, seu risco de contrair essa doença é muito baixo.

Uma das dificuldades para os médicos é que, nos estágios iniciais, é muito difícil distinguir um resfriado comum do coronavírus. 

O coronavírus, no entanto, tem capacidade para progredir rapidamente e causar febre alta, infecção grave e pneumonia. 

 coronavírus

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??

Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais:

Como lidar com as novas relações familiares?!

Doenças de verão: saiba como proteger seu filho na estação mais quente do ano

Golden hour: o que é a “hora dourada” do parto?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.