HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarDrenagem linfática na gestação e no pós-parto
drenagem linfática grávida

Drenagem linfática na gestação e no pós-parto

Qual grávida não gosta de relaxar, aliviar os inchaços comuns durante a gestação e receber uma massagem? A combinação drenagem linfática e gestação parece perfeita, não é?! Cuidado! Não é toda a grávida que pode receber esse tipo de massagem. Por isso, é essencial que você converse com o seu obstetra antes de começar o tratamento.

Não é recomendável que gestantes que tenham insuficiência renal, hipertensão não controlada, trombose venosa profunda ou doenças relacionadas ao sistema linfático façam drenagem linfática.

Você também precisa tomar cuidado com o profissional que vai fazer a drenagem linfática. Segundo especialistas, uma drenagem mal feita pode comprometer a circulação, causar hematomas, deslocamentos de trombos e, até mesmo, induzir o parto – quando é realizada a partir dos seis meses -, ou favorecer um aborto – se feita até os três meses. Claro, quando o procedimento é realizado por profissionais habilitados, a drenagem não oferece riscos à gestante.

Principais benefícios da drenagem linfática para as gestantes:

  • Ativa as circulações venosas e linfáticas e, com isso, reduz a retenção de líquido e diminui o inchaço;
  • Relaxa, alivia a tensão e as dores musculares;
  • Previne e combate as varizes e a sensação de pernas cansadas;
  • Combate a celulite.

Em relação a periodicidade, você deve consultar o seu médico. Mas, normalmente, o recomendável é realizar até duas sessões por semana. Além disso, o ideal é começar com as sessões de drenagem a partir do terceiro mês da gestação.

As melhores posições para drenagem linfática em gestantes são de barriga para cima ou deitada de lado.

Drenagem linfática no pós-parto

Por ser uma técnica que auxilia na eliminação de toxinas e excessos de líquidos, a drenagem ajuda a reduzir o inchaço depois do parto. Se o seu intuito é emagrecer, é importante lembrar que a drenagem não emagrece. Ela ajuda a reduzir medidas decorrentes do acúmulo de líquidos. Só comece a drenagem linfática no período do pós-parto quando o seu médico liberar – principalmente se você tiver realizado uma cesariana!!

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.