HomeGravidezExamesExame de sangue pode prever parto prematuro
exame de sangue pode prever parto prematuro

Exame de sangue pode prever parto prematuro

Uma nova descoberta promete revolucionar a forma atual como o pré-natal é conduzido. Até então, não havia forma de prever com exatidão a data do parto. Os médicos se baseiam nas informações fornecidas pelas ultrassonografias, que vão ficando menos confiáveis conforme a gravidez avança. Mas um novo estudo garante que um simples exame de sangue pode prever parto prematuro, com até 80% de precisão.

O método foi desenvolvido por cientistas norte-americanos e dinamarqueses, com os resultados divulgados pela Universidade Stanford. A pesquisa envolveu 31 mulheres dinamarquesas e 38 mulheres norte-americanas, que passaram por uma triagem semanal durante toda a gestação.

exame de sangue pode prever parto prematuro

Estudo conduzido por norte-americanos e dinamarqueses aponta que novo exame de sangue pode prever parto prematuro.

Método testou risco de parto prematuro

As mulheres participantes da pesquisa tinham risco de parto prematuro, pois apresentaram contrações precoces ou já haviam dado à luz um bebê prematuro em gestação anterior. Elas forneceram amostras de sangue durante o segundo e terceiro trimestre.

Como o exame de sangue pode prever parto prematuro?

O exame de sangue pode prever parto prematuro através da atividade dos genes materno, placentários e fetais. Os níveis de RNA (ácido presente no núcleo das células) são examinados e indicam a presença de genes que indicam a idade gestacional e as chances do bebê nascer prematuro.

exame de sangue pode prever parto prematuro

Ultrassonografia é a única forma atual de prever a data provável do parto e apresenta resultados imprecisos.

Teste barato

Uma das vantagens do novo método é que, caso chegue ao mercado, ele será simples e barato o suficiente para beneficiar mulheres que moram em áreas pobres, diferente do que acontece atualmente com a cara ultrassonografia.

Quando vai ficar disponível?

É difícil dizer, pois os pesquisadores precisam validar os resultados com outros grupos de gestantes. Mas essa primeira fase já é um avanço real e tem potencial para reduzir mortes e complicações nos mais de 15 milhões de nascimentos prematuros em todo o mundo anualmente.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Conheça os exames de pré-natal

Descolamento ovular na gravidez pode ocorrer no 1º trimestre

Problemas na placenta: 5 condições que trazem risco

Como escolher o obstetra? Veja dicas!

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.