HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarFisioterapia pélvica traz benefícios na gravidez e pós-parto
fisioterapia pélvica

Fisioterapia pélvica traz benefícios na gravidez e pós-parto

O turbilhão de mudanças durante a gestação têm grande impacto no organismo da mulher, deixando o corpo sobrecarregado e suscetível a muitas dores e incômodos. Para driblar isso, a fisioterapia pélvica surge como uma alternativa natural, com exercícios que trazem benefícios durante a gestação e também na recuperação pós-parto.

A técnica propõe exercícios de tonificação dos músculos do assoalho pélvico, importante para a sustentação do peso da barriga, para o trabalho de parto e também para uma recuperação mais confortável no puerpério.

fisioterapia pélvica

Fisioterapia pélvica e os exercícios de Kegel

Uma das formas mais conhecidas da fisioterapia pélvica envolve os exercícios de Kegel, que focam o períneo, por isso são especialmente indicados para gestantes.

Os movimentos criados pelo norte-americano Arnold Henry Kegel na década de 1940 ajudam a tonificar o assoalho pélvico, conjunto de músculos responsável pela bexiga, ânus, útero, vagina e uretra.

Quando esta região está enfraquecida, a pessoa pode sofrer com incontinência urinária ou fecal, bexiga caída, disfunções sexuais diversas e maior dificuldade para o parto normal.

Realizados antes e durante a gravidez, os exercícios de Kegel atuam na prevenção desses problemas no pós-parto. Além disso, os movimentos também promovem bem estar e uma recuperação mais confortável no puerpério.

Exemplo de exercício de Kegel:

Um exercício simples de fortalecimento do períneo pode ser feito em qualquer lugar, com a gestante sentada ou em pé. Contraia os músculos em volta da vagina, como se você estivesse tentando segurar a urina. Segure e conte até quatro, depois relaxe. Repita dez vezes. A série pode ser repetida duas vezes por dia.

Benefícios da fisioterapia pélvica na gravidez:

  • Estabiliza a coluna;
  • Previne a incontinência urinária e fecal;
  • Auxilia a respiração;
  • Promove alongamento e relaxamento dos músculos;
  • Promove maior controle do períneo, favorecendo o parto normal;
  • Previnem laceração na região, deixando-a mais elástica e reduzindo a necessidade de episiotomia.

fisioterapia pélvica

Benefícios da fisioterapia pélvica no pós-parto:

  • Ajuda na retomada da forma física pré-gestação;
  • Redução da diástase abdominal;
  • Previne e trata incontinência urinária e bexiga caída;
  • Favorece a retomada da vida sexual com mais prazer;
  • Promove autoconfiança e consciência corporal, trazendo empoderamento para os desafios da maternidade.

A importância de buscar orientação com um especialista

Apesar da grande quantidade de informação disponível sobre os exercícios de kegel e a fisioterapia pélvica em geral, a orientação de um fisioterapeuta especializado é essencial.

Especialmente no caso das gestantes, os exercícios devem ser orientados de acordo com o estágio da gravidez, para que os movimentos não se tornem ineficazes ou até perigosos para mãe e bebê.

O exercício que recomendamos nesta matéria é um dos mais difundidos, mas há outras posições, massagens e movimentos (inclusive usando acessórios, como a bola suíça) que vão ajudar bastante na gestação. Consulte um especialista!

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Sintomas da depressão pós-parto: psiquiatra aponta sinais

Sexo pós-parto: tire as principais dúvidas

Tratamentos estéticos pós-parto: esclareça suas dúvidas

Gravidez tardia aumenta riscos de complicações

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário