HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarSaiba até quando a grávida pode dirigir
Grávida dirigindo. Grávida pode dirigir?

Saiba até quando a grávida pode dirigir

A gestação é um período delicado e exige alguns cuidados especiais. Entre as diversas dúvidas e receios que surgem durante a gravidez, um dos questionamentos mais comuns é sobre até quando a grávida pode dirigir. Como não existe nenhuma regra de trânsito específica que restrinja a gestante de dirigir, as condições de saúde da futura mamãe, as recomendações do obstetra e, principalmente, o bom-senso determinarão até quando a grávida poderá ficar atrás do volante.

Quando o assunto é gestante na direção, não existe um consenso entre os obstetras sobre até quando a grávida pode dirigir. Alguns médicos liberaram até o oitavo mês, mas outros pedem para a gestante parar de dirigir antes – claro, tudo vai depender das condições de saúde da futura mamãe. Como a barriga da gestante fica muito grande na reta final, nenhum obstetra costuma recomendar que a mulher dirija no último mês de gestação.

 

Grávida dirigindo. Grávida pode dirigir?

 

Grávida pode dirigir seguindo determinados cuidados

Durante toda a gestação, as grávidas que optam por continuar dirigindo devem tomar cuidado com o mal-estar comum na gravidez. As tonturas e os vômitos afetarão o desempenho da mulher ao volante e, inclusive, podem acarretar em um acidente de trânsito. O excesso de sono também pode ser um problema. Outros fatores como a falta de atenção ocasionada pela gestação e o movimento do bebê dentro da barriga também podem fazer com que a futura mamãe fique desatenta na direção.

Uma pesquisa desenvolvida pelo departamento de Medicina da Universidade de Toronto, no Canadá, comprovou que as maiores causas dos acidentes envolvendo grávidas estão ligadas a sintomas de enjoo, náusea e distração. O estudo também chegou à conclusão de que 1 a cada 50 grávidas irá se envolver em um acidente de trânsito grave. Os estudiosos analisaram 500 mil mulheres, de quatro anos antes do parto até 1 ano após o nascimento da criança.

O problema da gestante se envolver em um acidente de trânsito dirigindo é que uma freada muito brusca pode resultar em um trauma direto do abdômen com o volante e, consequentemente, isso pode levar ao deslocamento prematuro da placenta e, até mesmo, ao rompimento das paredes do útero. Quanto maior a barriga, maior o risco de ocorrer um problema desse tipo – isso porque a barriga fica mais perto do volante.

Dica: se o seu carro tiver volante regulável, posicione ele de uma forma que fique mais distante da barriga.

Eu sei que a independência de dirigir e poder ir para todos os lugares sozinha é muito boa. Mas, nesse período, principalmente no final da gravidez, o ideal é ‘colocar o pé no freio’ e dirigir somente se for extremamente necessário. Não esqueça que durante a gravidez a sua prioridade deve ser a sua segurança e a do bebê!

 

Leia também:

Boa alimentação garante gestação saudável

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.