HomeGravidez10 mitos e verdades sobre o parto normal
parto normal

10 mitos e verdades sobre o parto normal

O parto normal é a via natural de nascimento, mas infelizmente muitas mulheres sentem receio a respeito do procedimento em função de diversas crenças sobre o assunto.

Para desmistificar alguns desses mitos e conscientizar as futuras mamães, selecionamos 10 afirmações sobre o parto normal. Vamos conferir o que é mito e o que é verdade?

Parto normal: 10 mitos e verdades

1 – O parto normal é a melhor opção para mãe e bebê!

Verdade. Mãe e bebê se beneficiam com o parto normal, a melhor opção para  nascimento se não houver impedimento que coloque em risco a vida de ambos.

A passagem pelo canal vaginal prepara o pulmão do bebê para a vida fora do útero, além de colocá-lo em contato com bactérias que aumentam a sua imunidade. Além disso, o parto normal favorece o vínculo entre mãe e filho.

2 – Para ter um parto normal, o médico deve fazer episiotomia.

Mito. A episiotomia – já falamos sobre o procedimento aqui no Ficar Grávida – é um procedimento feito para facilitar a passagem do bebê e evitar a laceração durante o parto normal, mas ele não é obrigatório.

parto normal

Se a mulher tiver a dilatação adequada e espaço adequado para passar sem rasgar a musculatura – condições beneficiadas pelo preparo do períneo durante a gravidez com exercícios, o corte nem sempre é necessário.

3 – O parto normal dói muito!

Nem mito, nem verdade. A dor é citada pela maioria das gestantes que sentem medo do parto normal. Mas, como quase tudo na vida, ela depende da sensibilidade de cada pessoa. Há mulheres que sentem muita dor e outras que a consideram suportável.

Atualmente também é possível contar com o auxílio da anestesia durante o parto normal, além de medidas naturais como massagens, água quente e a liberdade de mudar de posição durante o trabalho de parto.

parto normal

4 – Depois de uma cesariana, a mulher não pode mais fazer parto normal.

Mito. Uma vez cesariana, sempre cesariana. Quem nunca ouviu essa afirmação? Mas isso não é verdade. Se o próximo parto da mulher for após um intervalo de dois anos ou mais após a cesárea, ela pode sim tentar o parto normal se não apresentar nenhum problema de saúde que impeça o nascimento natural.

A restrição só atinge mulheres que engravidaram em um intervalo menor ou que tiveram duas ou mais cesarianas, condições que favorecem uma ruptura uterina durante o trabalho de parto.

5 – O leite materno desce mais fácil após o parto normal.

Verdade. Apesar de não ser uma regra, as mulheres que passam pelo parto normal são beneficiadas pela questão hormonal. Durante o trabalho de parto, todo o organismo trabalha em prol do nascimento do bebê, o que também influencia a produção de prolactina, hormônio da amamentação. Além disso, com o contato imediato com o bebê após o parto, a lactação é estimulada.

parto normal

6 – Parto normal deixa o canal vaginal mais largo.

Mito. A musculatura da vagina é elástica e volta ao seu tamanho normal após o nascimento do bebê.

7 – Bebês com circular do cordão não podem nascer de parto normal.

Mito. A maioria dos bebês apresentam uma circular de cordão frouxa, que não impede o parto. Mas cada caso deve ser analisado de forma individual, especialmente se a circular estiver muita justa ou com nós.

parto normal

O médico avalia isso monitorando os batimentos cardíacos do bebê. Em qualquer sinal de sofrimento fetal, o profissional indica a cesariana.

8 – Falta de dilatação impede o parto normal.

Mito. A falta de dilatação não pode ser uma justificativa para a cesariana, pois para confirmar isso a mulher deve entrar em trabalho de parto. O que acontece é que durante as contrações, a dilatação pode evoluir de forma mais lenta, o que exige paciência da equipe médica.

9 – Bebê grande não pode nascer de parto normal.

Nem mito, nem verdade. Essa é uma questão que depende do tamanho do bebê – se ele é realmente macrossômico – e da estrutura da mulher. Normalmente, bebês com mais de 4,5 kg nascem de cesariana, por indicação médica.

parto normal

10 – Quem tem quadril largo tem mais chances de ter parto normal.

Mito. Não é o tamanho do quadril que interfere e sim a estrutura interna da bacia da mulher. E isso não é perceptível pelo quadril, como muitas pessoas pensam. Há mulheres com quadril estreito que tem uma bacia que favorece o parto, enquanto outras mais avantajadas com uma via de passagem mais apertada.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

5 coisas que mulher sente antes do trabalho de parto

Hypnobirthing propõe parto com menos dor e mais tranquilidade

5 dicas para lidar com a ansiedade pré-parto

Quais são as fases do trabalho de parto?

Sexo na quarentena coloca em risco saúde da mulher

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário