HomeGravidezNúmero de cesarianas no Brasil preocupa
parto

Número de cesarianas no Brasil preocupa

A desvalorização do parto normal tem assustado até o governo. Atualmente, as cesáreas representam 55% dos partos realizados no Brasil e o índice chega a 84,6% nos serviços privados de saúde. Devido ao alarmante número de cesarianas no Brasil, o Ministério da Saúde criou o Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para Cesariana.  As determinações foram publicadas no Diário Oficial da União em abril deste ano.

Levando em consideração que a comunidade internacional de saúde considera desde 1985 que a taxa ideal de cesáreas deve ficar entre 10% e 15%, o índice de cesarianas no Brasil é quase quatro vezes maior que o recomendado.

O aumento da taxa de cesarianas não é exclusividade do Brasil. Em 20 anos, todos os continentes registraram um crescimento no número de cesáreas. Na Europa, o índice atual é de 20 a 22%, contra 15% há 20 anos. Claro, nada se compara ao Brasil, que carrega o amargo título de líder mundial em cesáreas.

parto

O Protocolo

O novo documento publicado pelo Ministério da Saúde tem o intuito de acabar com o mito de que a cesariana é a opção mais segura para as futuras mães e também de derrubar a ‘fama’ de que o parto normal é sempre um procedimento de doloroso.

Além disso, o protocolo obriga a equipe médica a orientar a grávida, ou o seu responsável legal, dos possíveis riscos do procedimento cirúrgico e do uso de medicamentos para a cesariana.

De quem é a culpa?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que médicos e hospitais podem ter dado início a essa ‘epidemia’. Afinal, é mais fácil para o médico fazer uma cesárea com hora marcada do que realizar um parto normal, que tem duração indeterminada.

A desinformação das mães é outra preocupação. Muitas vezes elas acabam ‘cedendo’ a cesariana. Uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) acompanhou 437 mães que deram à luz no Rio de Janeiro. No início do pré-natal, 70% das futuras mães não tinham a cesárea como preferência. Mas 90% delas acabaram fazendo a cesariana. E pasmem: em 92% dos casos, a cesárea foi realizada antes da mulher entrar em trabalho de parto.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.