HomeGravidezAlimentaçãoObesidade pode causar riscos durante a gestação
obesidade-gravidez_0

Obesidade pode causar riscos durante a gestação

A obesidade durante a gestação pode acarretar diversos problemas para a mãe e o bebê. A gestante deve seguir uma dieta equilibrada e rica em nutrientes que façam bem para ela e a criança. Além de afetar o bebê durante a vida intra-uterina, a má alimentação da grávida pode afetar a saúde da criança durante a infância, a adolescência e, até mesmo, a vida adulta. Por isso, quando o assunto é alimentação na gestação, todo cuidado é pouco.

Esqueça aquela história de que grávida deve comer por dois! De acordo com o RDI (Recommended Dietary Intakes), tabela com as recomendações universais sobre alimentação, a partir do terceiro mês de gestação a grávida deve ingerir apenas 300 calorias a mais do que o normal, somando um total de 2.800 calorias por dia.

Se a mulher está acima do peso, o ideal é que emagreça antes de engravidar, e assim diminua os riscos durante a gravidez. Caso isso não aconteça, existe uma quantidade máxima para engordar durante a gestação. De acordo com alguns especialistas, a recomendação para ganho de peso gestacional de mulheres obesas é de 5 a 9 quilos, acima desse valor, o aumento de peso em conjunto a gravidez têm um risco muito elevado de complicações.

obesidade-gravidez_0

Complicações que a obesidade pode acarretar na gravidez

De acordo com alguns especialistas, a mulher que está acima do peso durante a gravidez corre um risco maior de ter algumas complicações, como: diabetes gestacional, hipertensão gestacional e pré-eclâmpsia – condição grave que consiste na pressão sanguínea elevada. Além daquelas dores que já sabemos que existe, né? Dores mais intensas, nas costas e nas pernas, sem falar nas taxas de colesterol, triglicérides e glicose.

Já os riscos para o bebê são os defeitos congênitos, nascimento prematuro, morte neonatal e obesidade na infância. A média de peso dos bebês também é maior que o normal, o que pode provocar riscos obstétricos durante o parto, contribuindo para a maior taxa de cesáreas.

Por isso, futuras mamães sigam uma alimentação saudável, rica em nutrientes, comam de forma moderada e sempre priorizem os alimentos naturais e integrais. Caso você esteja acima do peso ideal, não deixe de consultar uma nutricionista durante a gestação. Ela irá elaborar uma dieta balanceada exclusivamente para você e as suas necessidade nutricionais. Para mais informações, não deixe de ler a matéria “Boa alimentação garante gestação saudável”.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.