HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarParacetamol na gravidez aumenta risco de atraso de linguagem, afirma estudo
paracetamol na gravidez

Paracetamol na gravidez aumenta risco de atraso de linguagem, afirma estudo

Um estudo publicado na revista European Psychiatry chegou à conclusão que as meninas, filhas de mães que consumiram paracetamol na gravidez, apresentam maior risco de atraso de linguagem aos 2 anos de idade.

De acordo com a pesquisa, 10% das crianças que participaram do estudo apresentaram dificuldades com o desenvolvimento da fala até os 30 meses de vida. As meninas foram as mais afetadas.

paracetamol na gravidez

 

Entenda o estudo que afirma que uso de paracetamol na gravidez é prejudicial

Os pesquisadores entrevistaram 754 mulheres, entre a 8ª e a 13ª semana de gestação. Elas informaram sobre a frequência com que usavam o paracetamol na gravidez e também forneceram amostras de urina, que foram analisadas para verificar a concentração do medicamento.

A próxima fase foi comparar essas informações com o desenvolvimento de linguagem das crianças após 30 meses de vida, pouco mais de 2 anos de idade. O atraso na linguagem é constatado se a criança apresentar menos de 50 palavras em seu vocabulário.

Os resultados mostraram que as meninas nascidas de mães pertencentes ao grupo de maior risco – com alto consumo de paracetamol na gravidez – apresentavam mais atrasos de linguagem do que as meninas cujas mães não tomaram o remédio.

Os cientistas não souberam afirmar porque o desenvolvimento da linguagem das meninas é mais afetado que o dos meninos.

Trabalhar na gravidez aumenta risco de pré-eclâmpsia, diz estudo

 

Uso de paracetamol é comum entre as gestantes

O paracetamol é um analgésico vendido em qualquer farmácia, sem a necessidade de receita médica. Mas ainda sim é um medicamento e merece cautela em seu consumo. Na pesquisa, um dado chamou a atenção dos cientistas: 59% das mulheres recorreram ao remédio pelo menos uma vez no 1º trimestre e algumas relataram tomar até 100 comprimidos no início da gravidez, índice considerado alto pelos cientistas.

Outros estudos já ligaram o consumo excessivo de paracetamol na gravidez ao autismo, hiperatividade e QI mais baixo, por isso todo cuidado é pouco. Sempre consulte seu médico antes de ingerir qualquer medicação na gravidez!

paracetamol na gravidez

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

10 coisas que você não deve dizer para uma grávida

10 motivos para amar estar grávida

Gravidez no verão: veja dicas para amenizar o calor

Benefícios do sexo na gravidez

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.