HomeGravidezPartoGolden hour: o que é a “hora dourada” do parto?
golden hour

Golden hour: o que é a “hora dourada” do parto?

Muito conhecida na internet por render lindas fotos no pôr do sol, a golden hour, ou em tradução livre, hora dourada, também corresponde a um dos mais lindos momentos do parto.

A primeira hora de vida do bebê é tão importante para seu futuro que é conhecida como hora dourada ou hora mágica. Durante esse período, o contato pele a pele deve ser estimulado o mais cedo possível, segundo a Organização Mundial de Saúde e diversas outras entidades. Quer entender mais sobre a golden hour?! Confira!

golden hour

Golden Hour do parto e todos os seus benefícios

Antigamente, o bebê nascia e o médico já o levava para longe da mãe para avaliar, pesar e fazer outros procedimentos que até são necessários, mas na maioria dos casos podem esperar.

No contato, o bebê sente o cheiro da mãe, sente seu calor, e a proximidade ajuda a completar a formação do vínculo entre eles que começou na gestação. O ideal é esperar, no máximo, dez minutos para que o filho seja colocado na altura do abdômen ou mais próximo do peito da mulher, e isso pode ser feito inclusive em partos cesariana.

Quando nasce, ele passa por uma mudança brusca de temperatura – do útero quentinho à temperatura ambiente. Assim, pode haver hipotermia, um quadro perigoso, evitável com o calor da pele da mãe.

Estudos mostram ainda que recém-nascidos que passam por esse processo são mais saudáveis, têm menos risco de infecções e mais chances de serem amamentados exclusivamente durante os seis primeiros meses de vida.

golden hour

Benefícios da golden hour na amamentação

Logo quando nasce, o bebê chora e fica bem agitado. Quando é colocado no colo da mãe, vai se acalmando até que fique mais ativo poucos minutos depois. Esse primeiro contato imediato com o seio é precioso porque depois ele entrará em um período mais sonolento, onde as mamadas ficarão mais difíceis.

Não necessariamente ele conseguirá mamar de fato (e a ideia nem é forçar que isso aconteça), mas só a proximidade, a busca e as tentativas de sugar já desencadeiam a liberação de prolactina, o hormônio por trás da produção do leite materno, cujos níveis caem logo depois do parto.

Ao evitar o combo criança “sonolenta” e prolactina baixa, fica mais fácil de estabelecer a amamentação pelos próximos dias e meses. Este é um dos principais trunfos da hora dourada.

Outra baita vantagem de amamentar na primeira hora de vida é que o ato libera ocitocina no corpo da mãe, hormônio que ajuda na recuperação do útero para seu tamanho normal.  Além disso, a ocitocina também está ligada à redução do estresse. 

golden hour

Como é feito?

Simples. Logo que o bebê nasce, não importa se de cesárea ou parto normal, ele já é colocado em contato com a mãe. Isso só não pode ocorrer se ele estiver com dificuldade respiratória, hipotônico (quando o corpo fica mais molinho). Algumas malformações também exigem cuidados imediatos.

Mas 9 entre 10 bebês nascem bem e podem fazer o pele a pele sem problemas”, aponta Rossiclei. Se for necessário fazer alguma intervenção rápida para cumprir protocolos como colocar a pulseirinha do hospital, é possível aproximar os dois até dez minutos depois do nascimento, com os mesmos benefícios.

Mesmo prematuros estão liberados para curtir a hora dourada, desde que tenham nascido depois da 34ª semana e estejam aparentemente bem no nascimento. Neste caso, o pediatra vai fazendo a avaliação enquanto ele está com a mãe.

golden hour

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??

Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais:

Você conhece o método Spinning Babies?

Grávidas: 10 dicas para começar o dia bem

5 dicas para passar longe das estrias na gravidez

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário