HomeGravidezPressão alta na gravidez, um perigo a ser acompanhado de perto!
pressão alta na gravidez

Pressão alta na gravidez, um perigo a ser acompanhado de perto!

Uma das maiores preocupações da gestante, que jamais pode ser ignorada, é a pressão alta. Tudo porque ela é a principal causa da pré-eclâmpsia, uma doença que faz o organismo eliminar a proteína do corpo pela urina, sendo capaz de causar danos gravíssimos na mãe e no bebê, e até a morte! Inclusive, o Ministério da Saúde afirma que a doença é a principal causa de morte entre gestantes. Nosso post de hoje vai falar tudo sobre os riscos da pressão alta na gravidez, confira!

pressão alta na gravidez

 

Descubra tudo sobre a pressão alta na gravidez

A pré-eclâmpsia atinge cerca de 5 a 7% das gestantes brasileiras. Geralmente ela costuma aparecer próximo do quarto mês de gestação, ou seja, a partir da 20ª semana, e se não for devidamente tratada pode evoluir para um quadro de eclâmpsia.

A eclâmpsia acontece quando a gestante não consegue controlar a pressão, causando convulsões e aumentando os riscos de aborto, coma, e até a morte. Por este motivo, o acompanhamento médico de perto se faz tão necessário em casos de quadro de pressão alta.

Os principais sintomas causados pela eliminação de proteína pela urina são de muito inchaço, dores de cabeça e abdominais, e visão embaçada e com pontos brilhantes.

Mulheres que já sofrem de pressão alta precisam ficar atentas, pois, apesar de não se tratar da pré-eclâmpsia, ela pode evoluir rápido e causar os mesmos sintomas. Vale ressaltar que a pressão alta na gravidez costuma voltar ao normal logo após o nascimento do bebê. Por isso, quando não controlada, a indução do parto se faz necessária.

A prevenção básica da pressão alta na gravidez consiste em manter uma vida saudável, com visitas constantes ao médico, uma boa alimentação, atividades físicas regulares e eliminação do estresse, seja por afastamento das atividades. O ácido fólico também é imprescindível, já que funciona como vasodilatador. Converse sempre com seu ginecologista, não esquecendo de contar cada novidade e tirar todas as dúvidas! Afinal de contas, são duas vidas que dependem apenas dos seus cuidados!! 😉

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

– Risco de pré-eclâmpsia aumenta no inverno

– Ingestão de ácido fólico na gravidez pode reduzir risco de obesidade na criança

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.