HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarSangramento na gravidez: Saiba quando se preocupar
sangramento na gravidez

Sangramento na gravidez: Saiba quando se preocupar

Só de pensar em sangramento na gravidez, as gestantes já estremecem! Apesar de ser um sintoma que inspira preocupação, nem sempre ele está ligado a problemas com o bebê.

Importante: Se você está grávida e apresentou sangramento, independente da intensidade e dos sintomas associados, a medida mais segura é buscar atendimento médico.

sangramento na gravidez

Quando pode acontecer sangramento na gravidez?

Uma das fases que é normal aparecer sangramento na gravidez é o início da gestação, quando muita gente nem desconfia que está grávida e confundem o sintoma com menstruação.

Esse sangramento leve é a nidação, nome que se dá à implantação do embrião no útero, que pode romper algum vaso sanguíneo. Mas o fluxo é bem pequeno, nada abundante.

Descolamento do saco gestacional

Já o descolamento do saco gestacional é um problema que exige atenção e pode causar sangramento na gravidez de forma grave. Caracterizado por um sangue escuro, parecido com borra de café, em pequena quantidade, esse sangramento pode durar vários dias, sem aparecimento de cólica.

A gestante deve buscar orientação médica com urgência, para que o especialista indique a melhor abordagem de tratamento que pode exigir repouso. Foi o que aconteceu com a apresentadora Sabrina Sato. Veja aqui!

Gravidez ectópica

Na gravidez ectópica, o óvulo fertilizado se instala fora do útero – o lugar mais comum é as tubas uterinas. A condição causa dor e sangramento na gravidez, que não poderá seguir adiante. Leia mais sobre o assunto aqui!

sangramento na gravidez

Aborto

O sangramento de aborto é bastante intenso, bem vermelho e com presença de coágulos. A gestante também pode apresentar fortes cólicas.

Infecções

A clamídia e outras doenças sexualmente transmissíveis podem causar sangramentos na gravidez. É fundamental que a gestante busque tratamento, para não prejudicar o desenvolvimento do bebê.

Sangramentos a partir do 3º mês

Após o primeiro trimestre, os sangramentos não são comuns e podem ser sinal de algum problema, como o descolamento de placenta e placenta prévia. Falamos sobre outros problemas na placenta aqui!

Relações sexuais

Durante o segundo e terceiro semestre de gestação, o colo do útero está mais inchado devido ao aumento do fluxo sanguíneo. Com a área mais sensível, a intensidade das relações sexuais podem causar pequenos escapes.

sangramento na gravidez

No terceiro trimestre

Nos meses finais da gestação, o aparecimento de sangramentos na gravidez podem acontecer em função de problemas como o descolamento prematuro da placenta. Abundante, o sangue vem acompanhado de fortes cólicas e contrações. A mulher deve buscar socorro médico com urgência!

Trabalho de parto prematuro

Um dos sintomas do trabalho de parto prematuro é o sangramento na gravidez, que pode ser acompanhado por cólicas ou contrações, diarreia, pressão pélvica ou dor nas costas antes de 37 semanas.

Perda do tampão mucoso

Nos últimos dias que antecedem o parto, algumas mulheres podem perder o tampão mucoso, secreção gelatinosa que pode vir acompanhada de sangue.

É necessário que a gestante busque atendimento médico em caso de qualquer sangramento, para que o profissional faça um diagnóstico correto.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais:

Depilação na gravidez: tire as principais dúvidas

Fisioterapia pélvica traz benefícios na gravidez e pós-parto

Por que as grávidas devem dormir viradas para o lado esquerdo?

Acupuntura na gravidez traz diversos benefícios

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.