HomeGravidezTipos de parto e a importância do plano de parto
tipos de parto

Tipos de parto e a importância do plano de parto

Parto normal, parto natural, cesárea, parto na água, parto humanizado… Você já parou para pensar qual é o tipo de parto que você quer para você e para o seu bebê? Decidir como o bebê irá nascer, não é uma tarefa fácil. Por isso, o ideal é que você pesquise os modelos de partos existentes, veja vídeos de vários tipos de parto, converse com o seu obstetra para tirar todas as dúvidas, fale com o seu companheiro e crie um plano de parto. Quanto mais informação você tiver, mais segurança você terá para decidir o tipo de parto que você realmente deseja.

tipos de parto

 

Tipos de parto

Apesar de ouvirmos falar sobre vários tipos de parto, existem apenas dois tipos: o cirúrgico, que é a cesárea, e o parto vaginal, que é conhecido como parto normal e sofre variáveis. Confira quais são os tipos de parto mais comuns:

 

Parto vaginal

O parto vaginal pode ser natural, aquele que ocorre sem nenhuma intervenção – a própria natureza se encarrega. Outra variante é o parto normal, que é aquele ‘clássico’, que ocorre no hospital e, em boa parte das vezes, tem intervenções, como uma dose ocitocina para fazer uma indução e o parto acontecer mais rápido, os toques ocorrem com frequência, pode ocorrer uma episiotomia – aquela incisão feita na região do períneo para ampliar o canal de parto e facilitar o nascimento do bebê. Os médicos também podem recorrer ao fórceps para facilitar a retirada do bebê. Sempre que acontecer qualquer intervenção, o parto não será considerado natural.

O parto normal pode ser realizado em várias posições, como deitada, de cócoras, na cadeira de parto e etc. A mulher também pode ter um parto normal na água, em uma banheira apropriada. Além disso, o parto normal pode ser realizado no hospital, em uma casa de parto ou na própria casa da gestante. A futura mamãe também pode optar por um parto na penumbra.

É importante ressaltar que, infelizmente, nem sempre o parto normal é possível.

 

Cesárea

A cesárea é uma cirurgia e deve ser realizada apenas quando o parto vaginal não evoluir ou quando o bebê ou a mãe correrem risco de morte. A cesárea é uma cirurgia como outra qualquer. A gestante é anestesiada e, após a anestesia fazer efeito, o médico corta várias camadas até chegar ao útero e retirar o bebê.

O medo da dor do parto vaginal e a ‘praticidade’ da cesárea para o médicos, estão entre os fatores que fizeram as cesarianas superarem o número de partos normal e contribuíram para a banalização da cesárea. O número de cesarianas no Brasil é alarmante!

 

Plano de Parto

Para sanar todas as suas dúvidas sobre o que é um plano de parto, confira a explicação detalhada do ginecologista e obstetra Braulio Zorzella. “O plano de parto pode ser um documento por escrito ou pode ser apenas verbal. Ele é o planejamento da mulher em relação ao local que ela vai ter esse bebê, com quem ela vai ter esse bebê e qual o método que ela vai escolher”, explica Braulio.

No plano de parto, a futura mamãe pode escrever: “eu vou ter um parto no hospital “X” com a equipe do SUS de plantão” – esse será o planejamento do parto dela. Ela também poderá detalhar “eu vou ter um parto no hospital “Y” através do convênio com a equipe de plantão ou eu vou ter um parto com uma equipe particular no hospital ou com uma equipe particular em casa”. É no plano de parto que a mulher escreverá exatamente o que ela deseja e o que ela espera desse momento tão especial.

Após escolher o médico ou a equipe que irá acompanha-la no parto, a mulher deve conversar sobre o que ela quer e quais intercorrências podem acontecer, como: Quais imprevistos podem acontecer durante o parto?; O parto poderá ser induzido? Qual método será utilizado e qual nunca será usado? E se for fazer cesárea? Por quais motivos a cesárea poderá ser realizada? “Tudo isso deve ser pactuado no pré-natal – bem antes do parto. Isso é o plano de parto”, ressalta Braulio Zorzella.

Muitas dúvidas ainda rondam esse assunto! Braulio conta que muitas pessoas fazem a seguinte pergunta: “o plano de parto tem um valor legal? Se eu for lá no cartório registrá-lo, ele vale?” O médico explica que não vale! As pessoas que estarão presentes no momento do parto podem ou não seguir o que está no plano de parto. Apesar de não ter um valor legal, Braulio diz que o plano de parto tem um valor moral super alto e é importantíssimo para a logística no momento do parto. “Quando a mulher começa a traçar o plano de parto dela e ela vê que não está dando certo o caminho que ela quer naquele lugar, ela muda antes e já procura um outro caminho. Eu acho que o plano de parto é um instrumento excelente para a pessoa se organizar e saber o que vai acontecer com ela na hora do parto”, conclui Braulio Zorzella.

 

Leia também:

– Novas regras para a cesárea

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.