HomeGravidezDicas, beleza e bem-estarTratamentos estéticos pós-parto: esclareça suas dúvidas
tratamentos estéticos pós-parto

Tratamentos estéticos pós-parto: esclareça suas dúvidas

Após a gravidez, muitas mulheres iniciam uma verdadeira corrida para a recuperação da forma de antes da gestação. Mas é importante cautela e respeitar o ritmo do organismo! Engordar é um processo natural nestes 9 meses e o corpo precisa de tempo para voltar ao que era antes. Uma grande ajuda são os tratamentos estéticos pós-parto.

Mas antes de fazer qualquer coisa, a nova mamãe deve consultar o seu ginecologista. No caso de tratamentos invasivos, como peeling químico (não recomendado durante a amamentação), por exemplo, um dermatologista também deve ser consultado.

 

Conheça alguns tratamentos estéticos pós-parto

Endermologia

“É um dos tratamentos que contribui para melhor circulação do sangue e atua diretamente na flacidez da pele, inclusive na celulite”, explica a esteticista Clarice Bernardo, que lembra que a endermologia só pode ser feita seis meses após o parto. Para resultados mais efetivos, são recomendadas de cinco a dez sessões.

tratamentos estéticos pós-parto

Tratamentos estéticos pós-parto: na endermologia, o aparelho atua diretamente na recuperação da elasticidade da pele

Massagem modeladora

A massagem modeladora atua diretamente no acúmulo de gordura e geralmente é associada à drenagem linfática. É bastante procurada também por mulheres que buscam a perda de medidas. “Não há restrições, mas como é uma massagem vigorosa, a mulher deve consultar o ginecologista para conseguir uma liberação médica. Em 10 sessões já conseguimos ver bastante resultado”.

 

Depilação

Independente do tipo de parto, a mulher pode manter a sua rotina de depilação após o nascimento do bebê. A única recomendação é tomar cuidado com a região do corpo que levou pontos. “O ideal é que a marca da cirurgia já esteja cicatrizada. E, mesmo assim, tomo cuidado porque a área fica sensível por alguns meses. Para evitar possíveis infecções e lesões, recomendo esperar um período de 40 a 60 dias após o parto para realizar a depilação com cera no local. No restante do corpo, não há nenhuma restrição”, explicou Clarice.

 

Drenagem linfática

A drenagem linfática é um dos poucos tratamentos que pode ser feito durante e logo após a gravidez. “Ela ajuda a reduzir a retenção de líquido, diminuindo o inchaço. Seus benefícios também podem ser sentidos no sistema imunológico e na elasticidade da pele”, apontou a esteticista, que lembra que apesar da drenagem também ser feita durante a gravidez, a mulher deve ter a autorização do médico, inclusive no pós-parto.

tratamentos estéticos pós-parto

Drenagem linfática pode ser feita durante toda a gravidez, com indicação médica, para aliviar a retenção de líquidos e inchaço

 

E os seios?

Após o parto, pouca coisa pode ser feita em relação aos seios, já que o foco principal é a amamentação. É difícil encontrar cremes e tratamentos estéticos pós parto que não comprometam o aleitamento. Para quem tem seios volumosos, um sutiã reforçado é fundamental.

 

Tratamentos para manchas

Muitas mulheres sofrem com as manchas na pele durante a gravidez. Elas costumam desaparecer após o parto. É importante lembrar que a maioria das substâncias clareadoras é proibida durante a amamentação, incluindo os peelings. Somente um dermatologista poderá indicar um tratamento, que varia de acordo com o local e intensidade da mancha. Mantenha o uso de um bom protetor solar, com FPS acima de 50.

 

Cirurgia plástica

Tratamentos estéticos pós-parto radicais, como a cirurgia plástica, não são indicados para as mulheres até 1 ano após o nascimento da criança. O organismo leva este período para se recuperar das alterações típicas de uma gravidez. Se as marcas da gestação continuarem a incomodar após esse tempo, consulte um médico, mas lembre-se que manter uma rotina de alimentação saudável, exercícios físicos e tratamentos estéticos não invasivos ajudam bastante na recuperação da boa forma após a gravidez.

 

Dica da esteticista!

Manter a pele hidratada é fundamental, durante e após a gravidez. Mas atenção à composição do produto. Não é qualquer creme hidratante que as lactentes podem usar. “Vejo muitas mulheres usando cremes com substâncias prejudiciais na amamentação, como cânfora ou mentol. Nada disso é necessário. Basta um bom creme hidratante, recomendado por um dermatologista que conheça o quadro da mulher e que ela está amamentando”, explicou Clarice.

 

Esteticista Clarice Bernardo

Atendimento personalizado, com atuação em depilação e tratamentos estéticos (facial e corporal)

Facebook: https://www.facebook.com/claricebernardoestetica

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

Facebook, Instagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Gravidez: entenda a pregorexia

Exercícios físicos na gravidez: atenção aos sinais de perigo

Moda gestante: dicas de looks para a academia

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.