HomeHistórias de SucessoGraças ao parto normal, Fabíola sonha em jogar as Olímpiadas
Fabíola - jogadora seleção brasileira de vôlei

Graças ao parto normal, Fabíola sonha em jogar as Olímpiadas

Com 3,380Kg e 48cm, a segunda filha de Fabíola, levantadora da Seleção Brasileira de Vôlei, chegou ao mundo no dia 19 de maio. Annah Vitória nasceu de parto normal, exatamente como Fabíola planejou. Caso a jogadora precisasse fazer uma cesariana, ela seria cortada dos Jogos Olímpicos. Com a cirurgia, Fabíola não conseguiria se recuperar a tempo para os jogos.

A levantadora está na pré-lista do técnico José Roberto Guimarães para a Rio 2016. Fabíola ainda não sabe se vai conseguir se recuperar a tempo para jogar as Olimpíadas, mas garante que vai se dedicar muito e fazer de tudo para agarrar essa oportunidade.

fabiola volei

O parto

A prioridade da jogadora era que Annah Vitória viesse ao mundo de parto normal, assim como Andressa, de 9 anos, primeira filha de Fabíola. “Em nenhum momento pensei em cesárea, só se eu ou a minha filha estivéssemos em risco de morte. Para mim, um dos maiores benefícios do parto normal é a recuperação rápida”, conta Fabíola.

Você também quer tentar o parto normal? Fabíola dá um conselho para as mulheres que têm esse desejo: “A minha dica é que as mulheres procurem um profissional que transmita tranquilidade, força e segurança. A equipe que me ajudou no meu parto foi fundamental para que Annah Vitória nascesse de parto normal”.

Segundo a jogadora, os dois partos foram bem diferentes. “Andressa nasceu de parto normal depois de um dia todo esperando a dilatação. O trabalho de expulsão foi rápido, ela nasceu às 21 horas. Já o parto da Annah Vitoria foi totalmente diferente. As contrações começaram durante a madrugada. Eu fui para o hospital à 1h30 com 2cm de dilatação. Às 4 horas começaram as contrações mais fortes, ou seja, a dilatação foi muito rápida, sem nenhum soro ou medicamento. Das 5 horas até as 09h54, eu fiquei em trabalho de expulsão. Confesso que foi intenso e cansativo. Foram dois partos normais totalmente diferentes, cada um com a sua história. Fico feliz por ter conseguido colocar duas princesas lindas no mundo de parto normal”.

A preparação de Fabíola para os dois partos também foi diferente. “Agora, eu fiz pilates e academia. Na minha primeira gestação, eu não fiz pilates, mas fiz hidroginástica e academia”, conta a jogadora.

Volta a seleção

Fabíola ainda está aguardando a liberação médica para voltar aos treinos. “Eu não sei se vou conseguir participar dos Jogos Olímpicos, mas vou me dedicar muito e fazer de tudo para agarrar essa oportunidade. Estou tranquila e vivendo cada momento no tempo certo. Tenho consciência de que vou chegar à seleção em desvantagem, mas no futuro eu quero poder dizer para as minhas filhas que me deram a oportunidade de estar os Jogos Olímpicos e que eu me esforcei ao máximo para conseguir estar lá – mesmo que acabe não indo”

Presente e futuro

“Agora, meu objetivo é lutar por uma vaga nas Olimpíadas. Em relação ao futuro, meu intuito é me dedicar bastante ao meu time na Suíça, o Voléro Zürich, e lutar para a equipe conquistar muitos títulos. O futuro pertence à Deus! Quero poder fazer o meu melhor dentro das quadras, pois amo o meu trabalho e faço com muito amor”, finaliza Fabíola.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.