HomeHistórias de SucessoRelato de parto: Mariele Pires, mãe de Luan
relato de parto

Relato de parto: Mariele Pires, mãe de Luan

Nosso relato de parto de hoje traz a história de Mariele Pires, de Blumenau, Santa Catarina. Aos 28 anos, ela deu à luz Luan, seu primeiro filho com seu marido Alam, no dia 20 de agosto de 2018 em um parto normal, marcado pelo empoderamento de uma mãe que acreditou na sua capacidade de parir. Vamos nos inspirar?

 relato de parto

Relato de parto de Mariele, Alam e Luan

Na mensagem enviada à redação do Ficar Grávida, Mariele começou o e-mail com uma importante mensagem para as gestantes que não se sentem preparadas para um parto natural. “Parto normal não é sinônimo de sofrimento”, ela escreveu, com um lembrete fundamental atualmente: informação e empoderamento. 

“Tudo começou com uma dor de barriga esquisita na madrugada de domingo (19/08). Quando levantei pra fazer xixi, mas nem dei bola e voltei a dormir. Acordei normalmente no domingo e começamos a arrumar a casa. pois teríamos visitas à tarde. As contrações que eram de treinamento, sem dor, começaram a doer, mas uma dor suportável, muito irregular e espaçada.

Pensei ‘beleza, daqui a pouco passa, não está na hora’, como se fosse eu quem decidisse isso. E fiquei nesse “vai e vem” de contrações leves o dia todo, inclusive durante o café com nossos amigos aqui em casa, que acabou sendo um encontro de despedida da barriga (rs).

 relato de parto

Acho que o café ajudou a distrair o foco da dor e, com isso, o meu corpo trabalhou e evoluiu no trabalho de parto. Comi e bebi normalmente, mas logo já fui para o banheiro fazer o nº 2 de novo. Durante o café, a dor ficou um pouco mais intensa, sem contar que até final da tarde já tinha ido ao banheiro umas 5 vezes. Nosso corpo é sábio, simples assim.

Daí que me dei conta, “bom acho que não vai mais passar”. Depois que todos foram embora, fui para o chuveiro relaxar. Foi quando saiu o tampão. Por volta das 20h, as contrações ficaram muito próximas e intensas. Comecei a fazer exercícios que aprendemos na yoga, com ajuda do Alam o tempo todo ao meu lado.

Ficamos em casa até umas 22h30. A ida para o hospital foi tensa demais. Cada curva e cada buraco desse caminho parecia uma cratera infinita e cada curva uma centrifuga sem noção.

Chegamos ao Hospital Santo Antônio às 23h. Logo fui atendida pelas enfermeiras, estava com 7cm de dilatação e fui internada. As contrações já estavam num nível punk e muito próximas. Fiquei no chuveiro, caminhando, recebendo massagem do marido 😍.

 relato de parto

Assim seguimos. As enfermeiras trouxeram chá e comidinha, mas eu tinha vontade zero de comer. Nessa altura, já estava na partolândia sem controle algum da situação e até hoje sem lembrar de muita coisa, a não ser quando o Alam conta (rs).

Até então, a bolsa não tinha estourado ainda. A médica sugeriu que fizéssemos (estourar a bolsa). Para quem não queria intervenção nenhuma, à essa altura a gente já não pensa muito e aceita. Enfim, após estourar a bolsa, o trabalho acelerou muito.

Pensei em desistir do parto normal? Sim, mas Alam foi fundamental para me dar força para continuar. Nessa hora lembrei que a dor não iria piorar e iria começar o expulsivo, nosso Luan tava muito próximo.

Perto das 5h da manhã, veio a vontade de fazer força. Fui para o banquinho e não me acertei naquela posição. Fui pra cama e tentei achar uma posição, pois estava muito cansada. A enfermeira colocou uma musiquinha pra ajudar nessa fase, fiz algumas forças (não sei quantas) e às 5:22 ele nasceu 💚 (ao som de Kell Smith- Era uma vez).

 relato de parto

Ele estava com cordão enroladinho no pescoço, que por sinal é normal e não há risco algum pro bebê. A enfermeira desenrolou e ele veio direto para o meu colo. O Alam cortou o cordão e a emoção tomou conta. 😄

Luan nasceu de 37 semanas, com 2,445kg e 46,5cm cheio de saúde. 😊

Suzana, nossos meses de yoga para o parto e, ao final, a yoga para casais foram essenciais para conseguirmos vencer nesse momento.

Enfermeira Nayanna, muito obrigada pelo apoio e assistência humanizada.

Resumo bem resumido (rs) de um momento indescritível.

Papai Alam, você foi sensacional em cada minuto. Te amo! 💚”

E a sua história?

Vamos adorar conhecer e publicar o seu relato de parto! Encaminhe para nós no e-mail redação@ficargravida.com.br com nome, idade e fotos da família.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Mais relato de parto:

Confira o emocionante relato de parto de Juliana Goes

Relato de parto sincero de Sheron Menezzes emociona

Maíra Charken afirma que cesárea salvou o filho. Confira relato

Monica Benini emociona com relato de parto domiciliar

Relato de parto: A decisão que veio do coração

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário