HomeHistórias de SucessoRelato de parto: Scarlet Maiely, normal
Relato de parto: Scarlet e Stella

Relato de parto: Scarlet Maiely, normal

Com o nascimento de Stella, Scarlet Maiely, de Osasco, aprendeu a respeitar o tempo. Quando não esperava ser mãe, a gravidez aconteceu. Mesmo não acreditando ser o momento, abraçou o mundo da maternidade. E, seu relato de parto, ela conta como foram os meses de gestação e como foi o momento em que a pequena resolveu vir ao mundo. “Independente da nossa preferência por um tipo de parto, a última palavra sempre será do bebê”, acredita a mamãe de primeira viagem, que passou por um parto normal na 38ª semana.
Vamos conhecer mais uma história linda de nascimento? Acompanhe:

Relato de parto: Scarlet e Stella

 

Relato de parto da Scarlet

“Eu sempre sonhei em ser mãe, mas não achava que era o momento. Mesmo assim Deus me mostrou que a última palavra é sempre a Dele. Eu engravidei entre os dias 11 e 13 de julho de 2016, porém só fui saber sete semanas depois. Eu e meu marido ficamos muitos surpresos, sabíamos que Deus tinha planejado aquele momento.

A gravidez para mim no começo foi tranquila, só sentia muito sono e muita fome (aquela que parecia que eu ia morrer se não comesse alguma coisa… rsrs). Sempre soube que era uma menina (minha Stella). Mesmo que todo mundo (todo mundo mesmo) falasse que ia ser um belo menino, eu conversava com ela o tempo todo. A partir do quinto mês foi que a situação ficou tensa. Sentia azia o tempo todo, já não tinha posição para dormir (gosto de dormi de barriga para baixo) e urinava a cada cinco minutos.

No entanto, em questão de saúde, estava supertranquila. Minha obstetra sempre me falava que de todas gestantes que ela atendia eu era a mais saudável e que tinha tudo para ter um parto normal. Então, decidi que ia ser do jeito que a Stella quisesse. Com 35 semanas, eu já me sentia pesada, apesar de só ter engordado 13 quilos na gestação. Era difícil me equilibrar, não podia fazer nenhum esforço que no outro dia era difícil levantar da cama.

Relato de parto: Scarlet e Stella

Toda sexta-feira, eu completava uma semana de gestação e já tinha avisado à minha médica que eu não queria que passasse das 40 semanas (mesmo ela dizendo que era seguro chegar até as 41). Quando eu completei 37 semanas, eu comecei a sentir umas cólicas: elas eram irregulares. Eu ia sair de licença- maternidade no dia 17 de março de 2017 para me preparar para o parto e o pessoal sempre dizia que eu era doida e que era capaz de eu ter a Stella no serviço.

Pois bem, na segunda feira, dia 13 de março, as dores que tinha começado na sexta começaram a aumentar. Naquele dia, sai mais cedo do trabalho e fui para casa descansar. Dai em diante, não voltei mais para o serviço. No dia seguinte, fui fazer o último ultrassom de rotina. A Stella já estava com três quilos e 49 centímetros. Já estava encaixada! A médica disse que, provavelmente, do final de semana ela não passava.

 

Na quarta-feira, passei o dia descansando. Na quinta-feira, eu fui com a minha mãe na consulta semanal com a minha obstetra. Para a minha surpresa, quando ela fez o exame de toque, disse que eu já estava com três centímetros de dilatação e que ia ficar esperando eu ligar de madrugada. Fiquei muito ansiosa! Cheguei até a sonhar que minha bolsa se rompia.

Na sexta-feira, eu estava deitada na casa da minha mãe (que mora no mesmo quintal) e a minha barriga começou a ficar dura. As contrações aconteciam de 10 em 10 minutos. Liguei para a minha médica e ela pediu para eu ir imediatamente para a maternidade.

Sai de casa ao meio dia e cheguei à maternidade particular às 13h40. Fui internada às 15 horas com cinco centímetros de dilatação. Às 17 horas, eu já estava com oito centímetros. Foi quando minha médica estourou a minha bolsa. Depois disso, as contrações ficaram muito mais fortes. Não aguentei e pedi a anestesia. Às 18 horas, me levaram para a sala de cesárea (pois todas as salas de parto normal estavam ocupadas). Naquele momento eu já estava com 10 centímetros de dilatação e fiquei empurrando das 18h30 até 20h40, mas nada da Stella querer sai. Eu estava muito cansada, então minha médica pediu para que eu descansasse um pouco e que se ela não descesse, ela ia fazer cesárea.

Relato de parto: Scarlet e Stella

De repente, eu senti que ela estava descendo, pedi para o meu marido chamar a minha médica (ele ficou do meu lado o tempo todo) e eu disse para ela o que eu estava sentido. Quando ela olhou disse que já estava vendo o cabelinho dela. Então, eu comecei a empurrar de novo, mas foi diferente. A anestesia já estava fraca. Eu senti tudo! Pude sentir o momento que ela saiu, mas não era dor. Era uma sensação única! Ela ditou as regras e saiu quando estava pronta. Entendi ali que ninguém deve apressá-la. Stella nasceu no dia 17 de março de 2017, ás 21h05, com 50 centímetros, 3,190 quilos e 38 semanas. Naquele momento, eu renasci. Estava radiante e muito feliz!

Fui para a sala de recuperação, mas eu estava louca para ir para o quarto (ficava perturbando a enfermeira de 20 em 20 minutos… rsrs). À meia noite, eu fui para o quarto e já levantei. Pedi para tomar banho, porque estava me sentindo suja e suada. Depois dormi. Às 4 horas da manhã trouxeram a minha pequena e depois disso eu e o meu marido não desgrudamos dela.

Independente da nossa preferência por um tipo de parto, a última palavra sempre será do bebê. Mas, tenho que admitir parto normal é maravilhoso, passaria por tudo novamente!”

Relato de parto: Scarlet e Stella

 

Mande o seu relato de parto

Cada história que recebemos é única! Por isso, queremos contar a sua. Mande o seu relato de parto para nós e divida a sua experiência com outras mamães. É só enviar para o e-mail redação@ficargravida.com.br com nome, idade e fotos deste momento lindo!

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??

Siga todas as nossas redes sociais

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.