HomeGravidezAlimentaçãoEstudo aponta que cafeína prejudica a fertilidade nas mulheres
cafeína prejudica fertilidade

Estudo aponta que cafeína prejudica a fertilidade nas mulheres

Resistir a uma xícara de café ou a um chocolate pode ser muito difícil, mas saiba que o hábito de consumir alimentos com grande concentração de cafeína pode ser prejudicial para a fertilidade. Por isso, as tentantes devem redobrar a atenção com as comidas e bebidas, que podem afetar as chances de engravidar!

De acordo com um estudo da University of Nevada School of Medicine (EUA), a cafeína é capaz de reduzir as movimentações das trompas uterinas, que ligam os ovários ao útero. No revestimento das trompas, há uma espécie de “cílios”. Eles coordenam a contração muscular e se movimentam para encaminhar o óvulo em direção ao útero para ser efetivamente fecundado pelo espermatozoide.

O estudo, feito com camundongos fêmeas, revelou que a cafeína bloqueia as ações das células, o que faz com que os óvulos não cheguem ao seu destino corretamente. Nas mulheres, uma quantidade superior a 300 mg de cafeína por dia pode afetar a movimentação desses órgãos.

Os alimentos que mais contêm cafeína na composição são o café, chás (especialmente o chá preto), chocolate e refrigerante. Eles são tão comuns no nosso cotidiano que às vezes não nos damos conta da quantidade de cafeína que estamos consumindo diariamente.

cafeína e fertilidade

Procure diminuir o consumo da cafeína antes e durante a gravidez. Além de reduzir o impacto na fertilidade, controlar o consumo para até 200 mg por dia pode ter outros benefícios para a saúde.

Se a cafeína é tão comum na nossa alimentação, você pode ficar confusa sobre como fazer para diminuir o consumo, sendo que alimentos como o chocolate podem gerar um desejo incontrolável! A nossa dica é reduzir aos poucos, gradualmente, mas não necessariamente boicotar o café, chás e chocolate da alimentação. Passando a consumir a quantidade de até 200mg de cafeína por dia, o perigo de afetar a fertilidade já diminui consideravelmente, pois essa quantia é inofensiva para o organismo. Ressaltamos que a quantidade de cafeína pode variar dependendo da marca do produto e do modo como ele foi preparado.

Alguns médicos ainda têm dúvidas sobre a efetividade da cafeína em impedir a fecundação, afinal, o estudo está em fase inicial e ainda não foi comprovado que a mesma coisa acontece em seres humanos. No entanto, há algumas evidências, e por isso o consumo da cafeína merece atenção. Diminuir o consumo pode fazer bem para outros aspectos da saúde. O estudo não foi comprovado mas pode servir de alerta.

Efeitos da cafeína nos homens:

Ao contrário das mulheres, o efeito da cafeína pode afetar positivamente a fertilidade dos homens. Supostamente, os espermatozoides ficariam ágeis, com a mobilidade e velocidade aumentadas. Da mesma forma que age sobre os gametas masculinos, a concentração de cafeína no corpo feminino poderia alterar os níveis hormonais e interferir na ovulação, desregulando-a, o que faria a concepção mais difícil.

Veja uma tabela com a quantidade média de cafeína contida nos alimentos e bebidas que costumamos consumir no dia a dia, considerando que 200 mg é a quantidade máxima recomendada pelos médicos para que a fertilidade e saúde não sejam comprometidos.

Confira uma tabela com a quantidade de cafeína de algumas bebidas e comidas:

Alimento Quantidade Quantidade de Cafeína
cafezinho coado 1 xícara (50 ml) 25 mg a 50 mg
cafezinho expresso 1 xícara (50 ml) 50 mg a 80 mg
café instantâneo 1 xícara (80 ml) 60 mg a 70 mg
cappuccino 1 xícara (80 ml) 80 mg a 100 mg
chá preto ou mate coado 1 xícara grande (180 ml) 30 mg a 100 mg
refrigerante à base de cola 1 lata de 300 ml 30 mg a 60 mg
bebida energética 1 lata de 250 ml 80 mg
chocolate ao leite 1 barra de 60 g até 50 mg

*Tabela fornecida pelo site Baby Center Brasil

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário


*