HomeTentantesExames e TratamentosCoito programado é técnica simples e eficiente para engravidar
coito programado

Coito programado é técnica simples e eficiente para engravidar

Uma das técnicas de reprodução assistida mais simples e eficientes para engravidar é o coito programado. Também conhecido como relação sexual programada, o procedimento induz a ovulação e a fecundação é feita de forma natural.

Quando é indicado?

O coito programado é indicado para os casais que vêm enfrentando problemas para engravidar mas não apresentam alterações na qualidade do sêmen e nem problemas nas tubas e cavidades uterinas. Já eventuais falhas na ovulação podem ser corrigidas por meio de medicamentos.

coito programado

 

Como funciona o coito programado?

Antes de passar para as relações sexuais programadas, o casal passa por exames para avaliação clínica. No homem, o espermograma confirma se o sêmen é de boa qualidade. Já a mulher passa pela histerosalpingografia, que avalia as tubas uterinas e o útero, buscando qualquer aderência ou obstrução que possa dificultar a fecundação.

Se estiver tudo certo e o médico concluir que o coito programado é a melhor indicação para o casal, inicia-se a estimulação ovariana com medicamentos a base de hormônios. Ela é feita nos primeiros dias do ciclo menstrual.

A evolução dos folículos é acompanhada através de ultrassonografias transvaginais seriadas. Com os folículos quase maduros, a mulher toma o hormônio hCG que estimula a maturação deles. O médico indica os melhores dias para a relação sexual, normalmente com intervalos de dois dias.

Após duas semanas, a paciente já pode realizar um teste de gravidez para saber se o coito programado surtiu efeito. Se não houver fecundação, o tratamento pode ser repetido já no próximo ciclo menstrual. Mas ele só poderá ser feito por no máximo três ciclos. Caso não dê certo, o casal é encaminhado para outro tipo de tratamento – normalmente, a inseminação artificial é o próximo passo.

Inseminação artificial: entenda a técnica

 

coito programado

 

Gravidez múltipla

Induzir a ovulação pode provocar mais de um folículo dominante – cada folículo libera um óvulo -, então o casal tem que estar consciente das chances de gestação gemelar ou múltipla. O médico irá avaliar a evolução da maturação dos folículos e pode acontecer do especialista recomendar abstinência ou uso de preservativo em períodos com chances altas de três ou mais óvulos serem liberados.

 

Eficácia do tratamento

O coito programado é um tratamento considerado eficaz para engravidar, tendo sucesso em torno de 20 a 25% dos casos. Mas a idade da mulher é um ponto a ser considerado: com mais de 35 anos, mesmo com folículos amadurecidos, os óvulos já são de baixa qualidade e podem dificultar a fecundação.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

Alimentos que afetam a fertilidade da mulher

Truques para engravidar de um menino

Exercícios físicos ajudam a engravidar!

Você sabe calcular o período fértil?

 

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.