HomeTentantesDicas para EngravidarGravidez psicológica: 6 mitos e verdades
gravidez psicológica

Gravidez psicológica: 6 mitos e verdades

A pseudociese, nome científico da gravidez psicológica, é um transtorno psicológico que faz com que a mulher acredite que está grávida. Ela sente todos os sintomas, vê a barriga crescer e pode levar a situação até o parto, fazendo todos que estão em sua volta acreditem que há um bebê.

É fundamental falarmos sobre o assunto, especialmente para desvendar os principais mitos e verdades sobre a gravidez psicológica.

gravidez psicológica

Mitos e verdades sobre a gravidez psicológica

1 – Desejo intenso de ser mãe causa gravidez psicológica

Nem mito, nem verdade. Esse é um dos receios de tentantes, que chegam a esconder a jornada em busca do resultado positivo para que as pessoas não falem em gravidez psicológica. Mas não basta o desejo de engravidar para criar a pseudociese.

Além de desejar estar grávida, a mulher deve ter tendências psicológicas para desenvolver um quadro de negação da realidade. Mas é preciso cautela, pois a frustração por não conseguir engravidar (ou passar por abortos) pode desencadear um turbilhão emocional em mulheres consideradas “normais” e culminar na certeza de uma gestação, que não existe.

Para driblar essas possibilidades, o casal que está tentando engravidar há muitos anos e já sente os efeitos desse desgaste emocional deve buscar orientação com um psicólogo. A terapia ajuda a lidar com as expectativas da família.

2 – Gravidez psicológica faz a mulher produzir leite

Verdade. Como a mulher acredita realmente que está grávida, as mudanças em seu estado emocional influenciam diretamente no funcionamento hormonal do organismo. O corpo entende que há uma gestação e inicia a produção da prolactina, que faz com que os seios produzam leite.

gravidez psicológica

3 – Medo de engravidar pode causar gravidez psicológica

Mito. O que acontece com as mulheres que se sentem grávidas, mas não desejam a gestação, é a similaridade dos sintomas do período lúteo com a TPM. Enjoos, cólicas e inchaço podem ser confundidos com a gestação e o estado emocional da mulher pode causar atrasos na menstruação. Mas a tensão tende a passar com o resultado negativo do teste de gravidez.

4 – Teste de gravidez positivo

Mito. A maioria das pessoas acredita que o teste de gravidez dá positivo, mesmo com uma gravidez psicológica. Mas isso não é possível. O que acontece é que algumas mulheres continuam acreditando que estão grávidas pois entram em negação, mas exames clínicos e o ultrassom podem sim confirmar que não há um bebê.

5 – Não precisa de tratamento, pois passa sozinha

Mito. Como dissemos anteriormente, as mulheres que sofrem com a gravidez psicológica estão em estado de negação da realidade. Então, não há como aguardar que o quadro cesse sozinho, pois elas precisam de ajuda.

O tratamento deve envolver um ginecologista que ateste a ausência de gestação, além de psiquiatras e psicólogos, que indicaram a melhor abordagem. Pode ser necessário o uso de medicação, especialmente para parar a produção de leite e regularizar o fluxo menstrual, além da terapia.

gravidez psicológica

6 – Gravidez psicológica pode impedir a mulher engravidar de verdade

Verdade. Com as alterações hormonais provocados pela gravidade do estado emocional, uma gravidez é impossibilitada. Até porque o estresse é uma das principais causas de infertilidade.

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

Leia mais

Alimentos que afetam a fertilidade da mulher

Indutor de ovulação: as principais dúvidas das tentantes

Engravidar após uso da pílula anticoncepcional demora?

Como engravidar mais rápido? Confira dicas para aumentar a fertilidade

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário