HomeTentantesDicas para EngravidarUso contínuo de anticoncepcionais dificulta a gravidez?
Anticoncepcionais dificultam a gravidez?

Uso contínuo de anticoncepcionais dificulta a gravidez?

anticoncepcionais

O uso de anticoncepcionais por muitos anos deixa as mulheres com diversas dúvidas sobre fertilidade, entre elas, essa questão que perturba a cabecinha das futuras mamães: Afinal, tomar pílulas continuamente pode dificultar a gravidez?

Não há provas científicas de que o uso prolongado possa ser a causa da infertilidade de algumas mulheres. Antigamente, os médicos até pediam para que fizéssemos intervalos de “tempos em tempos”, mas hoje a orientação é diferente. Especialistas em reprodução humana afirmam que essa questão não passa de um mito, que não deve ser considerada entre os motivos para a dificuldade de engravidar. Atualmente, os níveis hormonais  são considerados baixos, ou seja, assim que se suspende o uso, a fertilidade volta ao normal.

O único método que pode retardar um pouco a ovulação é o de injeção trimestral. Nestes casos, a menstruação pode demorar um pouco para aparecer. Quanto a pílula oral, mesmo com doses diferentes de hormônio, não existe retardo na ovulação, ainda mais com as fórmulas modernas. Sendo assim, por si só, os anticoncepcionais não causam infertilidade, não importando o tempo que foram tomados.

O que é a pílula anticoncepcional?

A pílula anticoncepcional é o método mais popular de contracepção Ela possui um ou dois hormônios que se assemelham aos produzidos nos ovários durante a gravidez, impedindo a ovulação. A escolha de cada pílula depende de cada paciente e é indicada pelo ginecologista.

Assim como qualquer remédio, elas causam efeitos colaterais que variam de acordo com o organismo de cada mulher, como ganho ou perda de peso, irritabilidade e dor de cabeça. Costumam ser usadas por 21 dias seguidos, com pausa de sete dias para a menstruação.

Uso de anticoncepcionais não dificulta gravidez

Anticoncepcionais protegem o sistema reprodutivo:

Na verdade, a pílula protege o sistema reprodutivo e seu uso por anos vai reduzir os sintomas da endometriose, doença conhecida das mulheres com problemas de fertilidade.

Estudos apontam que os anticoncepcionais têm efeito protetor contra o câncer de ovário e útero, além de reduzirem as chances de gravidez ectópica (quando o embrião se desenvolve fora do útero).

Na maioria dos casos, a gravidez não acontece logo no primeiro mês de tentativas, mesmo para quem nunca tomou uma pílula. Se você resolveu parar com os anticoncepcionais para engravidar, o ideal é esperar, no mínimo, a primeira menstruação. Assim, poderá contar melhor o tempo de gestação. Mas não se apavore se a menstruação atrasar neste primeiro período. Pode ser a chamada amenorreia pós-pílula, mas geralmente é devido ao estresse. Se os sintomas persistirem, procure o seu médico para realizar exames.

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Comentário
  • Poxa, adorei o post! Gostaria de saber se acontece a mesma coisa com o anticoncepcional injetável.Estou querendo saber pois estou pensando em engravidar. Encontrei o site do medicamento http://www.cyclofemina.com.br/ mas não achei nada sobre isso. Aguardo contato.

    12 de julho de 2016