HomeTentantesConheça o útero retrovertido e sua relação com a gravidez
útero retrovertido

Conheça o útero retrovertido e sua relação com a gravidez

Vocês já ouviram falar em útero retrovertido? É simples, significa que o órgão nasceu voltado para trás, mais próximo dos intestinos, a sua posição correta é voltada para frente, curvado sobre a bexiga. Esta condição não é considerada uma doença ou um problema, e muitas mulheres só descobrem o caso ao fazer uma ultrassonografia de rotina. Vamos conhecer melhor o útero retrovertido e entender sua relação com a gravidez?

útero retrovertido

 

Entenda o útero retrovertido

Como o útero não é um órgão fixo, sendo capaz de se mover até nas relações sexuais, o fato dele mudar de posição durante a gravidez é normal, não influenciando, assim, a sua posição de origem, em direção à bexiga ou aos intestinos. O ginecologista da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP), Ricardo Cavalli explica, em entrevista ao Bebê.com.br, que “ele aumenta de tamanho e ocupa toda a pelve, assim não faz diferença se antes estava virado para frente ou para trás”.

útero retrovertido

(Carolina Horita/Bebê.com.br)

 

Perceba então que não é preciso fazer nenhum tipo de tratamento especial durante a gravidez, e nem para o parto! Um verdadeiro alívio para mulheres que possuem esta condição e sonham com a maternidade.

O ginecologista da Universidade Estadual de Campinas, José Carlos Torres, explica ao Bebê.com.br que “não há redução significativa, mas o posicionamento do colo do útero pode diminuir um pouco as taxas de gravidez natural”, ressaltando porém, que a interferência é bem pequena.

Um mito bem conhecido às mulheres que possuem o útero retrovertido é o aumento dos riscos de endometriose – quando pedaços da parede do endométrio saem do útero e inflamam, causando diversos problemas e muitas dores – para quem possui a condição. José Carlos explica que “quando a mulher com útero retrovertido tem a doença, ela tende a ser mais profunda e atingir o septo reto-vaginal, onde o tratamento é mais complicado”.

Apenas nos casos específicos em que a posição do útero retrovertido incomoda ou causa desconfortos, existe uma cirurgia que pode corrigir o problema.

 

 

Não quer perder nenhuma de nossas dicas??
Siga todas as nossas redes sociais

FacebookInstagram (@ficargravida) e Pinterest.

 

 

Leia mais

– Gestação Anembrionária, entenda do que se trata

– Você sabe o que é epigenética?

Compartilhe:
Classifique este artigo

O Ficar Grávida é um blog com conteúdo voltado para mulheres que estão grávidas, já são mamães e também para as que querem engravidar. Aqui, nós conversamos sobre gravidez, filhos, saúde, comportamento, decoração, histórias inspiradoras e muito mais! Entre em contato com a gente!

redacao@ficargravida.com.br

Sem comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.